O estudo realizado pela Jetcost comprovou que, para os portugueses, o principal motivo de umas férias arruinadas é estar a chover quando chegam ao destino. A maioria teria escolhido o destino exatamente pelo bom tempo que, chegado ao local, não se confirmou. Outro dos motivos apontados para que a chuva seja sinónimo de férias arruinadas é o facto de se verem obrigados a passar mais tempo no hotel do que desejado.

O estudo da Jetcost foi efetuado com 3 mil pessoas - 500 de cada uma das seguintes nacionalidades: britânicos, espanhóis, italianos, alemães, portugueses e franceses - com mais de 18 anos e que tenham viajado pelo menos uma vez, nos últimos dois anos.

Os principais motivos das férias estragadas dos portugueses mais comuns são:

1. Chuva (75%)
2. O serviço do hotel não estava à altura das expectativas (65%)
3. A comida no hotel não era em qualidade, quantidade e variedade a esperada (585)
4. Despesas inesperadas (37%)
5. A vista do quarto não era boa (28%)

Quanto aos resultados a nível europeu, os portugueses são os quartos da Europa que acreditam que a chuva pode estragar as suas férias:

1. Britânicos (87%)
2. Espanhóis (80%)
3. Italianos (77%)
4. Portugueses (75%)
5. Franceses (73%)
6. Alemães (71%)

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Viagens. Semanalmente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.