Os anfitriões serão chefes amadores ou profissionais, criteriosamente selecionados. Além do jeito para a cozinha e a hospitalidade tão característica dos portugueses, é necessário o conhecimento de, pelo menos, uma língua estrangeira, uma vez que se pretende levar a gastronomia portuguesa aos turistas. A par destas competências, terão formação em Higiene e Segurança Alimentar, para que a experiência seja confiável.

Os menus dos anfitriões são divulgados na plataforma com os respetivos preços e a ideia é que a refeição seja paga no ato a reserva. Assim, quando chegarem a casa do anfitrião irão desfrutar da refeição, como se fosse em casa de amigos.

A plataforma Portuguese Table conta, atualmente, com 26 anfitriões de norte a sul de Portugal.

A Portuguese Table foi lançada oficialmente a 17 de junho na Escola de Hotelaria do Porto, como a primeira 'startup' a ir para o mercado como resultado do programa Tourism Creative Factory, parceira deste projeto juntamente com a Garrafeira Nacional e Merieux NutriSciences.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Viagens. Semanalmente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.