As Casas Casas de Alpedrinha, empreendimento de turismo rural, fica no concelho do Fundão onde a cultura da cereja  – e a sua reputação – está documentada desde há séculos. Porém, em 2019 a Cereja do Fundão passou a ser reconhecida com Indicação Geográfica Protegida.

Proveniente da cerejeira Prunus avium L, a qualidade da fruta produzida na região está relacionada com as características edafoclimáticas da Beira Interior, segundo comunicado das Casas de Alpedrinha. O elevado número de horas de frio durante o inverno, as primaveras amenas, a proteção dos ventos, os solos graníticos e de xisto da encosta resultam na excelente reputação e notoriedade da Cereja do Fundão, descritas como “deliciosas, doces e suculentas, com um sabor maduro e forte” pelo jornal britânico The Guardian, em 2007.

Casas de Alpedrinha

Quinta do Anjo da Guarda, S/N,

EN18, 6230-117 Alpedrinha - Fundão

Portugal

GPS: 40.1055 N; -7.4590 W

Tel 926 620 419 / 275 035 400

geral@casasdealpedrinha.com

No entanto, os produtores da região procuram valorizar cada vez mais a fruta através da disponibilidade de experiências. Para conhecer a Cereja do Fundão, e o que a torna tão especial, é importante perceber as suas fases. Ainda no início da primavera, as cerejeiras em flor são umas das atrações turísticas mais belas da zona, depois, com os galhos cheios de frutas, entre os meses de maio e julho, a apanha da cereja atrai turistas de todos os lados. E, por fim, a explosão de sabores com as mais variadas receitas, doces e salgadas, que podem ser feitas a partir da cereja.

Tal como as Casas de Alpedrinha, outros lugares na região oferecem a experiência completa de apreciação da cereja. A sugestão que trazemos hoje, das Casas de Alpedrinha, serve para hóspedes e não hóspedes destas casas de campo localizadas ao pé da Serra da Gardunha. As Casas de Alpedrinha possuem mais 100 árvores pelas quais os hóspedes podem caminhar, fazer piquenique a apanhar até dois quilos de forma gratuita.

Para os que desejam apenas viver a experiência de apanhar as cerejas, as Casas de Alpedrinha também disponibilizam visitas para grupos, mediante o pagamento de 12 euros que permite aos visitantes colherem até dois quilos de fruta. Seja para hóspedes ou visitantes, o alojamento fornece caixas para a apanha das cerejas.

Festa da Cereja já com data definida

O cultivo da cereja representa uma atividade económica relevante para o concelho do Fundão, e demais regiões limítrofes como as freguesias de Louriçal do Campo e Lardosa (concelho de Castelo Branco) e pelas freguesias de Ferro e Peraboa (concelho de Covilhã), quer através da sua produção, quer da transformação nos seus derivados. Os seus valores também se impõem culturalmente, com a Festa da Cereja. A decoração exterior, os mercados, as exposições, a animação de rua e os concertos simbolizam durante os três dias de festa, que, em 2022, acontece entre os dias 10 e 12 de Junho em Alcongosta, no Fundão.

O mundo inteiro no seu email!

Subscreva a newsletter do SAPO Viagens.

Viaje sem sair do lugar.

Ative as notificações do SAPO Viagens.

Todas as viagens, sem falhar uma estação.

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOviagens nas suas publicações.