O objetivo é, de acordo com a organização, “potenciar o melhor” que o município tem e, ao mesmo tempo, levar a população local e visitantes à mesa dos restaurantes de Vila Real, numa época que é considerada baixa para o setor da restauração.

O evento é promovido pelo município de Vila Real e pela Associação Portuguesa de Hotelaria, Restauração e Turismo (APHORT).

O “Outono à mesa”, um festival de gastronomia que se vai repetir todos os fins de semana de novembro nos 13 restaurantes aderentes, arranca na sexta-feira.

O número de participantes aumentou nesta quarta edição do evento.

No primeiro fim de semana, o prato em destaque é o joelho da porca.

O “Outono à mesa” inclui, depois ao longo do mês, um fim de semana dedicado às “tripas aos molhos”, um prato que é exclusivo de Vila Real, e outro à “Reca d’Aleu”, um prato que alia a carne de porco a outros produtos da região, como as castanhas, os cogumelos, a batata, os grelos e a maçã.

Pelo meio, entre 10 e 12 de novembro, os dias são dedicados à “Floresta à mesa”.

A ideia é valorizar a floresta e os seus produtos, pelo que os restaurantes vão confecionar pratos à base de produtos como, por exemplo, a castanha, os cogumelos, javali, lebre ou perdiz.

A “Floresta à mesa” está inserida no programa da "Mostra da Floresta" e conta com o apoio de associações locais ligadas à produção agrícola e cinegética.

Esta mostra inclui a realização de um “mega magusto”, na praça do município, com castanha produzida no vale da Campeã, no concelho de Vila Real, e a tradicional água-pé.

Fonte: Lusa

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Viagens. Semanalmente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.