A Associação Mundial do Turismo Gastronómico (World Food Travel Association - WFTA) anunciou a nomeação de Granada e as ilhas irmãs, Carriacou e Petite Martinique, como a primeira "Capital Gastronómica" do mundo.

As Capitais Gastronómicas são um programa de turismo regenerativo concebido pela WFTA para destacar culturas gastronómicas do mundo inteiro, à medida que o setor do turismo começa a recuperar após um longo hiato.

Kirl Grant-Hoschtialek, CEO interino da Grenada Tourism Authority (GTA), disse que "as credenciais do destino como 'Capital Gastronómica' pela Associação Mundial de Turismo Gastronómico é uma grande conquista para Granada. Somos conhecidos mundialmente como a ilha dos temperos, por isso é justo que sejamos a primeira ilha das Caraíbas a ganhar esta designação. Este título atrairá, sem dúvida, viajantes exigentes que queiram explorar a ligação entre gastronomia e cultura e que queiram garantir que cada prato que apreciam durante as suas férias seja incrível!".

Granada, Caraíbas
créditos: True Blue Bay Boutique Resort

A integração dos temperos à culinária de Granada resultou num perfil culinário nacional robusto e cheio de sabor. De restaurantes finos a casuais à beira-mar e até mesmo comida de rua, é inegável que os habitantes de Granada apreciem e tenham talento para comida saborosa.

As ilhas estão perfeitamente posicionadas como Capital Gastronómica, com os seus muitos ativos culinários diferenciados para mostrar. Entre eles estão a tradição do saraka, o prato nacional "com o óleo para baixo", chocolate, gelado de noz-moscada, runs artesanais e, naturalmente, os muitos usos dos temperos na ilha, tanto na alimentação quanto para fins medicinais e bem-estar.

Agora que a cultura culinária única de Granada foi oficialmente reconhecida, o GTA está preparado para promover o destino a "turistas gastronómicos" e desenvolver ainda mais as ofertas de turismo gastronómico da ilha. E colocar Granada no mapa dos consumidores que viajam para ter experiências únicas e memoráveis envolvendo alimentos e bebidas.

Erik Wolf, diretor executivo da World Food Travel Association, a principal autoridade mundial em turismo gastronómico, disse: "Destinos menores como Granada precisam de cada vantagem competitiva, e é isso que as Capitais Gastronómicas proporcionam. Viajantes experientes e apreciadores da culinária vão adicionar destinos como Granada à sua lista de prioridades, esperando ansiosamente pelo momento em que possam viajar novamente".

O programa Capitais Gastronómicas credencia destinos elegíveis através de um rigoroso processo de inscrição. O programa significa muito mais do que apenas ganhar reconhecimento. Estes destinos também recebem apoio de marketing e estratégia para o ano seguinte, uma vez que colocam o seu novo apelido em uso nas suas ações de divulgação.

E para viajantes apreciadores de alimentos e bebidas, a designação de Capital Gastronómica dá-lhes novas opções em destinos pouco visitados, que é exatamente o que os viajantes procuram agora após a pandemia.

Granada, Caraíbas
Granada créditos: puregrenada.com/

Granada é formada por três ilhas num destino único, localizado na região mais ao sul das Caraíbas. A região oferece 50 praias de areia branca, 15 cascatas de tirar o fôlego, inúmeros trilhos de caminhadas e 60 locais de mergulho inesquecíveis, incluindo o maior naufrágio das Caraíbas e o primeiro parque de esculturas submarinas do mundo.

Além de oferecer um charme incomparável e hospitalidade calorosa e simpática, cada visitante desfruta de uma experiência "Pura Granada".

O mundo inteiro no seu email!

Subscreva a newsletter do SAPO Viagens.

Viaje sem sair do lugar.

Ative as notificações do SAPO Viagens.

Todas as viagens, sem falhar uma estação.

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOviagens nas suas publicações.