A abertura do equipamento chegou a estar prevista para outubro deste ano, mas atrasos na entrega de alguns materiais de decoração motivaram o adiamento.

"Agora está tudo pronto e operacional", assegurou o presidente da câmara José Luís Gaspar, acrescentando que decorre a fase de testes.

A fruição da piscina termal nesta fase, apesar de gratuita, carece de marcação prévia.

A adesão da população ao atual período experimental, referiu, tem superado as expetativas, com a inscrição, na primeira fase, de 400 pessoas.

O autarca recorda, por outro lado, que as termas de Amarante, totalmente construídas de raiz junto ao rio Tâmega (margem direita), nos terrenos do antigo parque de campismo, representarão ganhos económicos para a cidade e para a região, nomeadamente em termos económicos, porque terão capacidade para tratar cerca de 3.600 pessoas por ano, nas áreas de saúde e bem-estar.

O equipamento representou um investimento de 1,5 milhões de euros da câmara municipal, contemplando a construção de dois edifícios, ligados entre si, e a requalificação da área ribeirinha envolvente.

Fonte: Lusa

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Viagens. Semanalmente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.