A pressa de aterrar e levantar voo no menor curto espaço de tempo - muitas vezes para cumprir com o horário -, faz com que os aviões nem sempre tenham consigam limpar todos os cantos e as cadeiras da melhor forma.

De acordo com a Skytrax, a limpeza falha especialmente debaixo das cadeiras para onde são atraídas migalhas e outros detritos. Com cada vez mais companhias aéreas a orientarem os passageiros para colocarem as malas de mão e outros objetos debaixo do assento, é provável que vá querer verificar esta área antes de colocar lá os seus pertences.

As bolsas das cadeiras também podem ter algumas surpresas desagradáveis, por isso, o melhor é verificar antes de colocar lá o seu tablet ou livro. Esta é outra área, segundo a Skytrax, negligenciada por muitas companhias e, por isso, não se admire se encontrar pastilhas elásticas, lenços de papel usados e restos de comida.

Muitas vezes os passageiros também não reparam nas capas de encosto da cabeça, contudo, vale a pena dar uma vista de olhos, pelo menos, nos voos de longa distância. Afinal, não se conhece os "standards" de higiene pessoal do passageiro anterior.

Cabelos, manchas, marcas, etc, são bons indicadores de que a capa de encosto não foi mudada. Estas falhas acontecem especialmente quando um voo está atrasado e o staff tenta reduzir o tempo de limpeza, focando-se no que está à vista.

O que os olhos não vêem, o coração não sente

Imagine que está a limpar a sua casa. Quanto mais profunda for a limpeza, mais tempo leva. É provável que já se tenha “arrependido” de ter começado a limpar os armários da cozinha após ter percebido que a limpeza não teria fim muito cedo.

É por causa do tempo (ou da sua falta) que, muitas vezes, o staff se foca apenas em limpar o óbvio, isto é, o que está à vista. Por exemplo, no caso dos voos domésticos, o intervalo entre aterrar e voltar a partir de um mesmo avião pode ser muito curto.

Neste sentido, nos voos curtos é provável que o staff só remova o lixo visível, limpe as migalhas do assento, a casa de banho, a cozinha e reabasteça o stock. Já nos voos de longa distância, há tempo para esvaziar os bolsos do encosto e aspirar o chão. E esta é a única diferença, segundo o site Thrillist.

Se viajar em primeira classe, respire. Por norma, é aqui que se encontram as cadeiras mais limpas. Companhias aéreas americanas, como a Delta e a United, afirmaram ao The Wall Street Journal que passavam toalhitas desinfectantes em todas as mesas e janelas da primeira classe após cada voo.

Como saber qual o voo mais limpo?

As limpezas mais profundas e completas acontecem quando os aviões passam a noite no aeroporto. Nestas situações, as equipas limpam os braços das cadeiras, as mesas e os ecrãs de televisão. O chão também é aspirado e os bolsos do encosto do banco também são limpos. As casas-de-banho e as cozinhas também são cuidadosamente limpas, os reservatórios da casa-de-banho esvaziados e os cobertores e almofadas substituídos. Assim, se quiser garantir que viaja num avião limpo, opte pelo primeiro do dia.

Limpeza profunda acontece com pouca frequência

Nos “anos negros” das companhias aéreas - que se  seguiram ao 11 de Setembro -, a americana Delta informou que só realizou limpezas completas nos seus aviões uma vez, mais ou menos,  de dois em dois anos. A indústria aérea melhorou após anos de reclamações.

A Singapore Airlines, a nona companhia mais limpa, de acordo com a Skytrax, faz uma limpeza geral e profunda de 30 em 30 dias aos aviões. Atualmente, a Delta executa este tipo de limpeza mais ou menos de três em três meses.

Devido a diretrizes da Organização Mundial de Saúde, os aviões que regressam de áreas propensas a surtos virais, como na África Ocidental, também são limpos de forma profunda após regressarem.

Numa limpeza profunda, o teto, as paredes e as caixas aéreas são higienizados, o chão é lavado com detergente e os assentos rasgados são substituídos por novos. As cadeiras de pano também  são lavadas com detergente e as sintéticas higienizadas.

O que fazer para tornar o seu lugar mais limpo?

Como pensar na limpeza do avião (e especialmente do nosso lugar) pode causar uma certa ansiedade e tornar a viagem desconfortável, o melhor é tomar algumas medidas para viajar relaxado e seguro (sem pensar em micróbios e infecções).

Viaje sempre com um pacote de toalhitas e passe uma pelo seu assento, braço da cadeira e mesa. Leve também consigo um desinfectante para as mãos à base de álcool (lembre-se que não pode ter mais de 100 ml). Utilize os seus próprios auriculares e viaje. Procure não pensar em quantas pessoas estiveram sentadas no seu lugar desde a última limpeza profunda do avião.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Viagens. Semanalmente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.