De acordo com o estudo Setores da Informa D&B “Estabelecimentos Hoteleiros”, o número de hóspedes superou 20,6 milhões em 2017, um crescimento de 8,9% face a 2016, enquanto as dormidas aumentaram 7,4% para 57,5 milhões.

O número de hóspedes nos hotéis cresceu quase 10%, até aos 16,1 milhões, destaca-se no estudo.

As dormidas de residentes em Portugal cresceram 5,2%, para 15,9 milhões, representando 27,6% do total.

Já as dormidas da população estrangeira subiram 11,5%, com destaque para os residentes dos Estados Unidos (+21,2%), da Polónia (+20,4%) e de França (+18,5%). Os britânicos mantiveram-se em 2017 como os estrangeiros mais importantes, assumindo 16,1% das dormidas totais.

A capacidade hoteleira em Portugal aumentou em 2017. Considerando hotéis, estalagens, hotéis-apartamentos, motéis, pensões e pousadas, o número total de camas cresceu cerca de 5%, atingindo quase 381 mil, enquanto o número de estabelecimentos subiu 11%, para 4.805.

Mais de metade (52,9%) do total de camas correspondiam a hotéis, seguindo-se as estalagens, motéis e pensões (20,8%), os aparthotéis (11,6%), os apartamentos turísticos (8,8%), os aldeamentos turísticos (5%) e as pousadas (0,9%).

Do ponto de vista geográfico, observa-se uma concentração da atividade setorial nas zonas do Algarve, onde se localizam 33% das camas, e Lisboa, com cerca de 20%.

Fonte: Lusa

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Viagens. Semanalmente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.