A Igreja do Cristo Rei da Portela, em Loures, está no meio de um bairro marcado por uma paisagem urbana com uma sucessão de edifícios muito parecidos.  Quase todos da mesma altura, as cores de tom amarelo-acastanhado também se repetem e com linhas retangulares.

Igreja Cristo Rei da Portela
créditos: andarilho.pt

A igreja não. Também é alta, mas tem formas redondas, linhas e cores exuberantes e logo à entrada, mesmo sem se ouvirem os 14 sinos do carrilhão, percebe-se o efeito chamativo do campanário.
A torre sineira está distante da igreja e marca a entrada para o adro.

É um espaço de vários patamares, alguns têm inscrições religiosas e funciona essencialmente como ponto de encontro. Como se fosse uma praça urbana e que nas palavras do arquiteto Luiz Cunha, autor do projeto da igreja do Cristo Rei, procurava dar resposta a uma das características do bairro antes da construção do templo. O único polo urbano nesta zona era o centro comercial, que se encontra nas imediações.

Igreja Cristo Rei da Portela
créditos: andarilho.pt

Citando Luiz Cunha, na obra Livro Memória da Igreja Paroquial de Cristo-Rei da Portela, “da composição geral dos volumes resulta o que nos parece ser hoje a característica mais importante da obra – a sua configuração assimilável e um ‘pedaço de cidade’”.

O adro é também o ponto de entrada da igreja e somos de novo surpreendidos pela beleza interior.

Igreja Cristo Rei da Portela
créditos: andarilho.pt

A base é muito larga, de forma circular, mas vai estreitando em altura, até ganhar uma forma cilíndrica. É um baldaquino.

Igreja Cristo Rei da Portela
créditos: andarilho.pt

Uma enorme estrutura com colunas em betão que se erguem até ao topo e que envolve o presbitério, o altar-mor.

Igreja Cristo Rei da Portela
créditos: andarilho.pt

16 painéis minuciosamente desenhados com pequenas peças de mosaicos revelam a preto e branco a história da Salvação e estão colocados em várias estruturas da igreja.

Destacam-se ainda quatro esculturas em mármore (da autoria de Luiz Cunha) com os símbolos dos quatro Evangelistas.

Igreja Cristo Rei da Portela
créditos: andarilho.pt

Estão colocadas no baldaquino.

As paredes deixam mostrar o tijolo, numa evocação dos templos cristãos antigos da Mediterrâneo.

Igreja Cristo Rei da Portela
créditos: andarilho.pt

Do primeiro piso temos uma visão abrangente, mas de todo o lado se pode observar o altar-mor.

O ambiente é de serenidade, uma luz ténue acomoda o olhar e onde se sente o recolhimento é “especialmente na capela do Santíssimo Sacramento”, testemunha Maria Isabel Neves.

A capela do Santíssimo Sacramento fica recolhida atrás do altar mor e próxima da bonita pia batismal e do altar da Senhora de Fátima.

Igreja Cristo Rei da Portela
créditos: andarilho.pt

A igreja foi inaugurada em Novembro de 1992, o projeto iniciou-se muito antes e Maria Isabel Neves acompanhou todo o processo. Por isso, não se surpreende com a arquitetura e gosta da opção tomada. “Muito. Porque a vi desde a primeira pedra e acho-a maravilhosa. Todo o conjunto. O arquiteto foi muito feliz e nós também somos muitos felizes na igreja.”

Igreja Cristo Rei da Portela
créditos: andarilho.pt

O arquiteto Luiz Cunha teve um papel muito relevante no movimento de arquitetura moderna dos templos religiosos. São da sua autoria várias igrejas, entre elas Fátima, Negrelos e Póvoa do Valado, que no entender do estudioso João Alves da Cunha retratam bem o pensamento do MRAR – Movimento de Renovação da Arte Religiosa e onde se apostava na “integração arquitectónica de cada obra no seu meio ambiente”.

Igreja Cristo Rei da Portela
créditos: andarilho.pt

A igreja do Cristo-Rei da Portela já se insere no pós-modernismo, “onde se procurava a máxima visibilidade, muitas vezes graças a formas inusitadas e surpreendentes.”

A igreja foi construída com o contributo da população, das campanhas que fazíamos para angariação de fundos. Não era possível construir a igreja só com o dinheiro disponível.” Este foi um dos motivos porque o projeto foi iniciado em 1981 e só uma década depois a igreja foi inaugurada.

Igreja Cristo Rei da Portela
créditos: andarilho.pt

No dia em que falei com Maria Isabel Neves registámos a presença de vários grupos de jovens que, segundo me disse tem a ver com o processo de renovação do bairro, “quando vim residir para cá era jovem e os meus filhos eram pequenos. Haviam muitos casais jovens. Agora a zona está a ser renovada. Estamos nós a partir e os jovens a chegar.”

O complexo paroquial associado à igreja abrange ainda vários serviços sociais, religiosos e culturais.

Igreja Cristo Rei da Portela
créditos: andarilho.pt

Igreja do Cristo Rei da Portela é um “pedaço de cidade” faz parte do programa da Antena1 Vou Ali e Já Venho e a emissão deste episódio pode ouvir aqui.

O mundo inteiro no seu email!

Subscreva a newsletter do SAPO Viagens.

Viaje sem sair do lugar.

Ative as notificações do SAPO Viagens.

Todas as viagens, sem falhar uma estação.

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOviagens nas suas publicações.