É uma experiência que nos é proposta, subir os 26 pisos do elevador que nos leva ao tabuleiro rodoviário da Ponte 25 de Abril em Lisboa, mas o resultado é mais do que isso.

Pilar7
Plataforma de vidro suspensa no elevador créditos: Who Trips

É também uma aprendizagem de como foi construído um dos principias símbolos do salazarismo e um dos ícones de Lisboa.

Estar no topo da estrutura e ver os carros a passar ao lado (com um barulho irritante ao fim de algum tempo), apreciar a paisagem da cidade e contemplar o Tejo e a zona ribeirinha de Belém são algumas das vivências que este lugar nos permite e que faltava em Lisboa.

Pilar7
O elevador vai até ao 26º piso e no topo tem a estrutura de vidro créditos: Who Trips

A subida no elevador é rápida e é panorâmica. Vamos vendo a zona ribeirinha e depois o tabuleiro do comboio e, de seguida, o rodoviário.

Pilar7
Vista dos monumentos na zona de Belém créditos: Who Trips

Quando a porta se abre somos surpreendidos com o barulho da passagem dos carros e, ao mesmo tempo, com a magnífica vista.

Pilar7
Cabos de aço que sustentam o tabuleiro da ponte créditos: Who Trips

Este é o segundo elevador. O primeiro fica dentro do “pilar”. Na zona oca que corresponde à área onde no exterior está escrito “Ponte 25 de Abril”. É uma pequena galeria com projeções sobre a história da construção.

Pilar7
Maqueta e cronologia da Ponte 25 Abril créditos: Who Trips

No piso térreo está uma maqueta e a cronologia do projeto, com várias imagens desde a fase da abertura de concurso, a construção, a inauguração em 1966 e a manutenção e evolução feita até agora. Neste bloco podemos ver ainda as amarrações do cabos que sustentam a ponte e no quarto piso um jogo de espelhos cria a ilusão de profundidade.

O preço do bilhete é de 6 euros e há ainda uma sala virtual com custo acrescido.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Viagens. Semanalmente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.