Para lhe abrir o apetite para uma futura visita, hoje vamos revelar-lhe alguns locais imperdíveis do Parque Nacional da Peneda-Gerês.

Mata da Albergaria

A Mata da Albergaria é um dos mais belos bosques de Portugal. Recomendamos uma pequena caminhada pela Geira Romana para apreciar com calma toda a beleza dos carvalhos seculares. Uma visita à soberba Cascata da Portela do Homem não pode faltar na sua visita ao Gerês. Se o tempo estiver de feição, não deixe de dar um mergulho, ou pelo menos de molhar o pezinho.

Mata da Albergaria
Mata da Albergaria créditos: VagaMundos

Espigueiros de Lindoso

A eira que se espraia junto ao altaneiro castelo de Lindoso guarda cerca de sessenta impressionantes espigueiros. Por mais belas fotos que se tenham visto (como a foto de destaque deste artigo), os espigueiros do Lindoso conseguem, ainda assim, superar as expectativas.

Miradouro da Pedra Bela

O Miradouro da Pedra Bela é quase sinónimo de Gerês e é ponto de paragem obrigatória em qualquer visita ao parque nacional. As vistas são simplesmente sublimes e o pôr-do-sol visto da Pedra Bela é nada menos do que apaixonante.

Miradouro da Pedra Bela
Miradouro da Pedra Bela créditos: VagaMundos

Cascatas de Fecha de Barjas mais conhecidas por Cascatas do Tahiti

Se há algo que não falta no Gerês são fantásticas cascatas. Entre as nossas favoritas estão as Cascatas de Fecha de Barjas, mais conhecidas pelo nome de Cascatas do Tahiti. Uma verdadeira obra-prima da natureza e garantia de fantásticos mergulhos no Verão.

Cascatas do Tahiti
Cascatas do Tahiti créditos: VagaMundos

Castro Laboreiro

Entre a Serra da Peneda e a Serra de Castro Laboreiro, a pequena vila do concelho de Melgaço fixou-se no planalto do mesmo nome e não lhe faltam pontos de interesse para visitar, dos quais destacamos o castelo de Castro Laboreiro e as pontes românicas e medievais.

Castro Laboreiro
Castro Laboreiro créditos: VagaMundos

Pitões das Júnias

A altaneira aldeia de Pitões das Júnias é uma das mais encantadoras do Gerês transmontano. Para além da pequena aldeia, é imperativo visitar as ruínas do Mosteiro de Santa Maria das Júnias e a imponente cascata de Pitões das Júnias.

Pitões das Júnias
Pitões das Júnias créditos: VagaMundos

Cascata do Arado

Outra cascata que adoramos é a Cascata do Arado. Muitos optam por apenas ver a cascata de longe mas nós recomendamos vivamente descer até lá abaixo e experimentar as suas cristalinas (e frias) águas.

Cascata do Arado
Cascata do Arado créditos: VagaMundos

Sistelo

A aldeia do Sistelo, uma das aldeias vencedoras das 7 Maravilhas de Portugal, é outro ponto de paragem obrigatório numa visita ao Gerês, sobretudo se é amante de caminhadas. Garantimos que os seus famosos socalcos são mesmo arrebatadores e que vai encontrar a comunhão perfeita com a natureza ao longo de qualquer um dos seus fantásticos trilhos.

Sistelo
Sistelo créditos: VagaMundos

Se está a planear uma viagem ao Parque Nacional da Peneda-Gerês não deixe de ler o nosso Roteiro do Gerês, com muitas dicas práticas para preparar a sua viagem.

Não deixe também de acompanhar as nossas aventuras pelo mundo no Instagram e no Facebook.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Viagens. Semanalmente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.