Fundada em 1604, Tomsk é considerada uma das cidades mais antigas da Sibéria. Dista a cerca de 2.900 quilómetros de Moscovo.

As casas de madeira são uma das marcas da cidade e um exemplo único de arquitetura em madeira em toda a Rússia. No entanto, e tal como nos mostra esta reportagem fotográfica da AFP, algumas casas encontram-se abandonadas e a precisar de obras de reabilitação.

Historiadores da cidade não estão otimistas quanto ao futuro destas construções, uma vez que existe pouca vontade política em salvaguardar este património. A maioria das casas só resiste graças aos seus residentes que se viram “obrigados a viver no que já existia”, disse à AFP Sergei Maltsev.

As bonitas casas foram construídas no início do século XX quando a cidade era um importante entreposto comercial com a Ásia. Mas em 1910 a cidade perdeu o título de capital regional para outra, atualmente, Novosibirsk, que recebeu também uma paragem do famoso comboio transiberiano.

Existem cerca de 2 mil casas do género na cidade de 575 mil pessoas. Apenas cerca de 100 edifícios estão protegidos pelo Estado enquanto património.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Viagens. Semanalmente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.