Subir a bordo de um navio é uma experiência que qualquer passageiro irá guardar para o resto da vida, pois não só lhe permite navegar até vários destinos numa só viagem, como também, eleva a arte do lazer a outro nível, com as inúmeras distrações a bordo, programadas para agradar a todos os gostos. No final da viagem e, após uma primeira experiência cruzeirista, é raro o passageiro que não quer voltar a alto mar. Afinal, estes navios contemplam tudo o que possa imaginar!

Porém, ainda existem algumas ideias erradas associadas aos cruzeiros, que a TopAtlântico aproveitou para esclarecer juntamente com o lançamento da nova Campanha "Pelo Mar Fora – Cruzeiros 2017".

6 mitos desvendados:

1. Os cruzeiros são claustrofóbicos e não dispõem de espaços amplos
Cada vez mais populares e com maiores dimensões, os navios oferecem atualmente aos seus passageiros muitos espaços interiores e exteriores desafogados.

2. Posso precisar de assistência médica no meio do mar
Em todos os navios existe uma enfermaria e, nos navios de grandes dimensões existem mesmo autênticos pequenos hospitais, com serviço de enfermagem e médico residente.

3. Os telemóveis ficam sem rede e Wifi
Esta afirmação também se trata de um mito, uma vez que hoje em dia os navios já dispõem de Wifi, telefone (por satélite) e computadores a bordo.

4. Há pouca segurança nos navios
Este meio de transporte é dos mais seguros que existe.

5. No tempo de navegação não há nada para fazer
Esta afirmação não poderia estar mais errada, pois atualmente os navios são autênticas cidades flutuantes com tudo o que pode imaginar lá dentro (piscinas, spas, casinos, lojas, espetáculos, bares, etc.).

6. Fica muito caro viajar de Cruzeiro
Hoje em dia, há cada vez mais campanhas e ofertas relativas a cruzeiros, bem como navios para todo o tipo de bolsas.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Viagens. Semanalmente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.