O "Best in Europe" da Lonely Planet é compilado anualmente pelos especialistas europeus da empresa de viagens, que revelam a escolha de destinos mais interessantes e menos valorizados para visitar.

A lista deste ano aborda diretamente o tema do "turismo itinerante", com o objetivo de inspirar os viajantes a descobrir algumas das melhores regiões menos visitadas, cidades alternativas e "joias" escondidas.

Eis a lista do "Best in Europe 2018", da Lonely Planet:

Emilia-Romagna, na Itália, ocupa o primeiro lugar como destino número um da Europa este ano. A região italiana é muitas vezes ignorada a favor de regiões mais populares, como a Toscana, Campania ou Veneto, mas está a ganhar cada vez mais reputação como destino número um para os amantes da comida.

O local de nascimento do ragù, prosciutto di Parma, vinagre balsâmico e queijo parmesão, o seu legado gastronómico pode ser explorado na recém inaugurada FICO de Bolonha, o maior parque temático culinário do mundo, enquanto que novas aberturas culturais em Ferrara e Rimini são também um bom motivo para uma visita.

Também faz parte da lista, a região espanhola de Cantábria, uma terra de praias selvagens e arenosas, montanhas envoltas em nevoeiro e aldeias encantadoras.

Dundee, uma cidade revigorada por novas aberturas culturais, incluindo a mais recente extensão do V&A. E Friesland, na Holanda, uma região de paisagens encantadoras cuja capital, Leeuwarden, é Capital Europeia da Cultura de 2018.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Viagens. Semanalmente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.