Monnaie de Paris (Casa da Moeda)

Fundada em 864, a Monnaie de Paris é a instituição mais antiga da França e a mais antiga empresa do mundo. São 1.150 anos de história num único local!

É responsável pela circulação de moedas de euro em França, bem como a sua conversão para moedas estrangeiras. Foi o primeiro estabelecimento industrial de Paris e que continua operacional atualmente. Peças artísticas são ainda produzidas na sua fábrica histórica Quai di Conti. O seu museu tem várias exposições, permanentes e temporárias, visitas guiadas e atividades. Vale a pena explorar.

Monnaie de Paris
créditos: wikipedia

Le Louxor

Com 100 anos de existência, é atualmente uma sala de cinema com um rooftop bar. Inaugurado em 1921, o salão Louxor era considerado um salão de luxo com um programa de exibição de filmes variado e a sua clientela era maioritariamente de classe alta. Depois de uma época de ouro, o espaço começa a decair em termos de audiência a partir da década de 1950, acabando quase por desaparecer.

Graças ao esforço da comunidade local, o Louxor volta à sua glória em 2013 e continua até aos dias de hoje.

Le Louxor
créditos: wikipedia

Promenade Plantée

É um parque linear elevado de 4,7 km construído sobre infra estruturas ferroviárias obsoletas no 12º arrondissement de Paris. Foi inaugurado em 1993.

No seu extremo oeste, perto da Bastilha, a via eleva-se 10 metros acima da área circundante e forma o Viaduc des Arts, sobre uma linha de lojas de arte e artesanato de alta qualidade.

Este parque chegou a aparecer no filme “Antes do Amanhecer”, com Ethan Hawke e Julie Delpi.

Promenade Plantée
créditos: wikipedia

Centquatre Paris

Localizado no 19º arrondissement, o Centquatre Paris é um espaço para residências, produção e promoção das artes para o público e artistas do mundo inteiro. Oferece ainda espaços para a prática artística e para crianças.

Concertos, exposições e espetáculos podem ser vistos neste centro cultural e artístico da cidade.

Centquatre
créditos: wikipedia

Grande Mosquée de Paris

Localizada no 5.º arrondissement, no Quartier Latin, é a maior mesquita de França e a terceira maior da Europa. A sua arquitetura e mosaicos são por si só um bom motivo para uma visita. Turistas, locais e escolas visitam este monumento de arte, história e civilização todos os dias, de acordo com o site da mesquita. Há visitas guiadas.

Grande Mosquée de Paris
créditos: wikipedia

Villa la Roche

A Villa La Roche, também Maison La Roche, é uma casa em Paris, construída por Le Corbusier e Pierre Jeanneret em 1923-1925. Foi idealizada para Raoul La Roche, um banqueiro suíço e colecionador de arte de vanguarda. Atualmente é um museu com cerca de 8.000 desenhos originais, estudos e planos de Le Corbusier. Para os amantes da arquitetura.

Villa la Roche
créditos: wikipedia

Palais Galliera

Paris é conhecida como uma das capitais da moda, mas este museu dedicado à sua história parece passar despercebido à maioria dos visitantes. Em 1977, o Museu da Moda e do Traje da Cidade de Paris mudou-se para Galliera. Sob a direção de Madeleine Delpierre, curadora-chefe, o museu herda as coleções de fantasias e acessórios que antes existiam no museu Carnavalet e une-se à rede de museus da cidade de Paris, que então contava com 14 estabelecimentos.

Atualmente Miren Arzalluz é a responsável pelo museu, que tem vido a acolher várias exposições ligadas ao mundo da moda, e eventos importantes, como a gala anual da Vogue Paris Foundation.

Palais Galliera
créditos: wikipedia

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Viagens. Semanalmente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.