Não é comum que, a propósito dos EUA, as pessoas imaginem cenários com cascatas paradisíacas, azul-turquesa, lembrando um autêntico oásis natural.

Mas é precisamente isso que se encontra na região do Grand Canyon. Falamos das Havasu Falls, localizadas na reserva indígena Havasupai, Arizona. Água azul e cristalina, proveniente de uma imponente cascata de cerca de 37 metros, num cenário de rochas vermelhas que contrasta com a verdejante vegetação. Quem as vê em fotografias pensa que não passa de um truque de Photoshop mas, acredite, a beleza do paraíso de Havasu Falls é bem real.

Para chegar à deslumbrante piscina natural, terá de percorrer um trilho de 19 quilómetros, maioritariamente plano. Após os primeiros 13, chegará à vila de Supai, e os restantes levam-no à zona de acampamento. O calor, porém, pode ser extremo, pelo que se recomenda que leve bastante água consigo, roupa fresca e calçado confortável. Para aproveitar as horas mais frescas, inicie o trilho antes do nascer do sol. A parte mais difícil é o percurso de acesso à base da cascata, que não excede porém 1,5 km, num terreno íngreme e com alguns declives acentuados.

Mas o longo caminho é facilmente compensado com um banho numa das várias piscinas naturais formadas pelas cascatas. Entre as 12h e 16h a cascata está ao sol, pelo que é a melhor altura para banhos.

Pode pernoitar em tendas nos 2 km de extensão do camping de Supai. Mas se não quiser carregar a tenda ou se o campismo não é para si, pode ficar alojado no Havasupai Lodge, na Vila Supai, a 3 km das cascatas. Terá no entanto de reservar o quarto com alguma antecedência, dada a grande afluência que o alojamento tem.

Para regressar, se for aventureiro pode optar pelo helicóptero. Uma experiência diferente e que reduzirá o longo percurso a apenas cerca de 15 minutos de viagem. Os voos custam cerca de 85 dólares por pessoa mas convém fazer a reserva com antecedência, pois são muito populares entre os turistas.

Pode facilmente fazer o percurso de fora independente, mas se prefere que alguém programe a visita, estadia e alimentação, contrate um guia. Eles tratam de tudo e podem ser uma excelente opção para quem não está habituado a caminhadas longas ou a campismo. Se for sem guia, não se esqueça de seguir as recomendações de quem já por lá pernoitou.

Durante o dia conte com temperaturas altas, típicas do deserto, mas não se esqueça de levar roupa quente para a noite, quando as temperaturas descem a pique. Para entrar em Havasupai,  terá de pagar o acesso à reserva indígena e a autorização de pernoita, obrigatória para aceder à cascata.

Um custo que terá a sua recompensa mal se delicie com o maravilhoso oásis do deserto do Arizona.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Viagens. Semanalmente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.