Já tínhamos estado nas Maldivas, mas faltava lá voltar com os miúdos. Foi com esta ideia que começou a nossa pesquisa sobre como chegar, onde ficar e o que fazer.

As Maldivas raramente aparecem no mapa mundo, são 1191 pequenas ilhas agrupadas em 26 atóis com areia branca (farinha), grandes lagoas de água quente e cristalina, fantásticos hotéis, boa comida e um povo hospitaleiro e altamente profissional no que toca ao turismo.

Estas pequenas ilhas começaram por ser um destino exclusivo (ou quase) para honeymooners, mas são hoje um destino familiar e child friendly.

E podemos afirmar que foram das melhores férias que fizemos a4.

COMO CHEGAR

Ainda nos lembramos das 26 horas e três escalas que tivemos que fazer em 2004 para chegar às Maldivas, que dose. Felizmente, ir de Lisboa até Malé, capital das Maldivas, é agora mais fácil.

Hoje em dia existem muitas companhias a voar da Europa diretamente para as Maldivas, o que em alguns casos reduz o tempo de viagem para 13 horas.

Aterrar no Aeroporto Internacional das Maldivas, que fica na capital, é em si só uma experiência memorável. No avião, tente ficar num lugar à janela, vai adorar.

Dependendo do hotel escolhido, o transfer pode ser via barco ou hidroavião.

No nosso caso e para o Fushifaru, o transfer foi de hidroavião –  considerado por muitos o voo mais bonito do mundo.

O MARAVILHOSO RESORT FUSHIFARU MALDIVAS

O Fushifaru Maldivas é um dos locais mais bonitos onde já estivemos. O resort fica numa pequena ilha a 35 minutos de Malé via hidroavião e conta com 49 quartos, uma maravilhosa lagoa, um banco de areia privado e um serviço personalizado ao nível dos melhores hotéis do mundo.

Incrível como numa ilha tão pequena parece que estamos sempre sozinhos - e o resort esteve sempre com 100% de ocupação.

Para nós, o verdadeiro luxo na hotelaria reside na personalização do serviço. Após alguns minutos na ilha, todos conheciam os nomes Tiago, Vasco, Rita e Edgar. E não pensem que era apenas connosco, esta experiência estende-se a todos os hóspedes do alojamento.

A magia começa ainda no hidroavião, as primeiras imagens que temos do Fushifaru não enganam, chegámos ao paraíso.

Os hóspedes do Fushifaru são recebidos por toda a equipa do resort ao som do “Bodu Beru” (tambor tradicional), e do “Sangu” (búzio do mar) que anunciam a todos os residentes que estão a chegar mais alguns felizardos à ilha.

O nome Fushifaru foi inspirado por ‘Fushi’ que significa ‘ilha’ e ‘Faru’ que significa ‘recife’ na língua local – Dhivehi.

A ilha está posicionada entre dois canais que ligam a lagoa interior do atol ao vasto Oceano Índico.

O maior dos dois canais, Fushifaru Kan’du, é uma área nacional de proteção marinha e abriga três locais únicos de mergulho, incluindo o famoso Fushifaru Thila, um dos locais de mergulho mais populares das Maldivas.

A curta distância temos o banco de areia privado do Fushifaru.

Resumindo: uma ilha, 49 quartos, dois restaurantes, dois bares, um campo de multiatividades, um centro de mergulho, um centro de desportos náuticos e lazer, ginásio, spa e aquela areia, palmeiras e água.

Existem muitos locais bonitos no mundo, mas poucos conseguem esta combinação.

A fusão do imenso azul, o bom gosto e design do resort, o verde luxuriante e os seus fantásticos colaboradores fazem do Fushifaru um local único e com a capacidade de arrebatar até os viajantes mais experimentados.

OS NOSSOS DESTAQUES

Best Dives Maldives

Este centro de mergulho e atividades náuticas leva-nos a alguns dos melhores locais de mergulho que existem a nível mundial e atividades como “Turtle Quest” e “Manta Diving” fazem deste um local incontornável no Fushifaru.

Não levou o seu material de snorkeling? O centro de mergulho empresta este material sem qualquer custo associado.

Natureza e sustentabilidade

Respeito pela natureza e sustentabilidade são palavra de ordem, não fossem as Maldivas um dos destinos mais ameaçados que existem pelo nosso estilo de vida.

O Fushifaru é auto-sustentável, produz a sua própria água e energia. Plástico “zero”, energias renováveis, cultura e reaproveitamento dos recursos locais são alguns dos seus lemas.

Experiências Maldives para todos

Das diferentes experiências disponíveis, destacamos a aula de "bodu beru", a apresentação cheia de sorrisos e momentos inesquecíveis sobre as diferentes formas de utilizar o coco e o piquenique no banco de areia, onde éramos só nós no meio do imenso Oceano Índico.

ALIMENTAÇÃO

As Maldivas têm-se transformado num destino gastronómico por excelência. Há várias opções e a qualidade e a frescura são uma constante.

Se viajar com crianças, garantimos, a alimentação não vai ser problema.

No Fushifaru, o pequeno-almoço é variado. Consideramos o buffet de almoço e jantar excelente por utilizar ingredientes e influências locais, mas estar adaptado ao paladar da maioria dos viajantes.

AS PESSOAS

As Maldivas não se tornaram num dos destinos mais apetecíveis do mundo apenas pelo meio ambiente que as caracteriza. As pessoas e o elevado profissionalismo do turismo e saber receber têm cativado turistas um pouco por todo o mundo.

Uma palavra final para toda a equipa Fushifaru (mas que se estende a todo o povo Maldive): equipa incansável, sempre presente, atenta e disponível.

Se vamos voltar às Maldivas e ao Fushifaru? De certeza, afinal, devemos voltar sempre ao locais onde fomos felizes.

DICAS PARA QUEM QUER VISITAR AS MALDIVAS

- Sempre que possível reserve pensão completa;

- Não leve muito dinheiro (preferência dólar), todos os resorts aceitam cartões;

- Protetor solar é essencial;

- Leve pouca roupa, não vai precisar;

- Para comunicações, compre um cartão de uma operadora local logo no aeroporto, custa 16 euros e tem 15GB incluídos;

- Não perca um único pôr do sol;

- Faça seguro de viagem;

- Não tenha medo da vida selvagem;

- Leve um mini kit de medicamentos;

- Todas as alturas do ano são boas para visitar as Maldivas;

- Deixe as Maldivas como as encontrou;

- E, por favor, não deixe de levar os seus filhos.

Para mais informações visite o website Fushifaru

Acompanhe as nossas aventuras no Instagram Viagensa4

Artigo originalmente publicado no blogue Viagensa4

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Viagens. Semanalmente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.