A cidade de Bielefeld vai dar um milhão de euros a quem  provar que ela não existe, segundo avançou o site alemão DW. A "conspiração de Bielefeld" remonta a 1993, quando um cientista da computação chamado Achim Held fez uma piada onde disse que não acreditava que Bielefeld fosse real.

A brincadeira espalhou-se pela internet e até hoje a câmara de Bielefeld recebe e-mails e telefonemas de teóricos da conspiração, a perguntar se a cidade realmente existe ou se é apenas uma farsa gigante. A cidade  tem uma população de mais de 330 mil pessoas mas, segundo a teoria da conspiração, essas pessoas estão a trabalhar com as autoridades para ajudar a falsificar a existência da cidade.

Como forma acabar com a teoria de conspiração de longa data e atrair popularidade para a cidade, o presidente da câmara de Bielefeld, Pit Clausen, afirmou que quer dar àqueles que acreditam na teoria "mais uma oportunidade justa e generosa" para provar que a cidade é apenas uma ilusão.

No entanto, não pode haver lacunas na teoria. A lógica deve ser sólida e irrefutável. Qualquer um que possa provar que a cidade não existe poderá receber o prémio em dinheiro. As provas de que a cidade não existe podem ser enviadas até 4 de setembro para o site do concurso.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Viagens. Semanalmente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.