A “Cidade do Amor”, a “Grande Maçã”, a “Cidade Eterna”: alcunhas inconfundíveis de algumas das maiores cidades do mundo. Com certeza já ouviu falar destes nomes e até sabe a que cidades se referem, mas conhece a sua origem?

Abaixo encontra a explicação das alcunhas de 11 grandes cidades um pouco por todo o mundo.


Nova Iorque – “A Grande Maçã” (The Big Apple)

Nova Iorque

A origem desta alcunha está na realidade relacionada com... cavalos. A primeira vez que a palavra maçã foi usada para descrever Nova Iorque foi em 1920, altura em que as corridas de cavalos estavam na moda e eram oferecidas maçãs como prémios. O jornalista nova iorquino John Fitz Gerald, ouviu em Nova Orleães tratadores de cavalos a referirem-se a Nova Iorque como “a Grande Maçã”, numa alusão ao prestígio das pistas de corridas de cavalos dessa cidade. A partir desse momento John passou a usar a expressão cada vez que escrevia um artigo sobre as corridas, tendo imortalizado a alcunha.

Nova Orleães – “A Fácil” (The Big Easy)

Nova Orleães

A maior cidade do estado de Louisiana, nos Estados Unidos da América, ganhou a alcunha “The Big Easy” (ou “A Fácil”, numa tradução aproximada), pelo facto de ser mais fácil para músicos de jazz atuarem nesta cidade do que em Nova Iorque. O seu ambiente mais descontraído, abertura natural para o mundo da música e larga variedade e quantidade de espaços para atuações, faz e sempre fez com que os músicos tivessem várias oportunidades de exibir o seu talento.

Barcelona – “A Cidade de Gaudi”

Barcelona

Barcelona alberga grande parte das obras do reconhecido artista Antoni Gaudi. O Parque Güel, a Casa Batló e a Sagrada Família - um dos monumentos mais famosos do mundo, que atrai milhões de visitantes todos os anos, tornando-o num dos edifícios Católicos mais visitados do mundo – são algumas das obras que se podem encontrar nesta cidade.

Roma – “A Cidade Eterna”

Roma

Os antigos romanos batizaram Roma de “Cidade Eterna” por acreditarem que, apesar de muitas cidades e impérios por todo o mundo poderem cair, Roma seria a única a manter-se imponente. Hoje em dia, Roma é uma das cidades mais visitadas do mundo devido ao enorme património cultural e histórico que oferece aos seus visitantes.

Paris – “A Cidade do Amor”

Paris

Considerada uma das cidades mais românticas do mundo, a alcunha “A Cidade do Amor” não poderia fazer mais sentido. Na verdade, dois dos locais mais famosos do mundo para pedidos de casamento encontram-se aqui nesta cidade: a Torre Eiffel e a Disneyland Paris.

Amsterdão – “A Veneza do Norte”

Amsterdão

Com mais de 165 canais, não é de admirar que Amsterdão seja considerada “A Veneza do Norte”, numa clara associação à cidade de Veneza, localizada em Itália. Na verdade, não é a única cidade a merecer esta alcunha: Bruges, na Bélgica, Colmar, em França ou Copenhaga, na Dinamarca, são alguns dos muitos outros exemplos.

Sidney – “A Cidade do Porto” (The Harbour City)

Sidney

Sidney, a maior cidade da Austrália, é lar do maior porto natural do mundo: Port Jackson. É aqui que estão localizadas algumas das maiores atrações da cidade como a Ópera de Sidney e a Harbour Bridge.

Pequim – “A Cidade Proibida”

Pequim

A alcunha de Pequim tem origem no Palácio Imperial com o mesmo nome, ali localizado. Em tempos, o povo estava proibido de entrar na Cidade Proibida sem autorização, sendo esta concedida apenas a famílias imperiais e altos oficiais. Com o passar do tempo, toda a cidade de Pequim passou a ser conhecida por esse nome.

Milão – “A Capital da Moda”

Milão

Milão, a segunda maior cidade italiana, é o lar de inúmeras escolas de moda e o local onde se realiza, duas vezes por ano, um dos 4 maiores desfiles de moda do mundo, cuja primeira edição se realizou em 1958. Para além de inúmeras lojas das maiores marcas de moda do mundo, localizadas na zona conhecida como o “Quadrilatero d’Oro”, a cidade oferece também vários estabelecimentos ligados ao mundo da moda como o Hotel Bulgari, o Hotel Moschino, um restaurante Dolce & Gabbana e um restaurante Armani, entre outros.

Genebra – “A Capital da Paz”

Genebra

A Suíça é conhecida pela sua posição neutral e pacifica no mundo. A cidade de Genebra é sede de mais de 200 organizações internacionais, onde se encontram por exemplo as Nações Unidas e a Cruz Vermelha Internacional, facto que contribuiu para ser apelidada de “A Capital da Paz”.

Londres – “O Grande Nevoeiro” (The Big Smoke)

Londres

Durante o século XIX, durante a Revolução Industrial, quem se aproximasse de Londres veria um grande nevoeiro a envolver a cidade, causado em grande parte pela queima de carvão. Só por volta de 1956, com o estabelecimento do Clean Air Act que determinou que só poderiam ser queimados combustíveis sem fumo, é que Londres deixou de ser conhecida por esta alcunha.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Viagens. Semanalmente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.