Numa tentativa de reduzir os problemas associados ao excesso de turismo, as autoridades de Veneza estão a supervisionar o movimento dos visitantes e turistas durante o movimentado período de carnaval (de 8 a 25 de fevereiro). Foi instalada uma rede de sensores e trinta e quatro câmaras nas ruas mais movimentadas da cidade para detectar pessoas que passam por baixo, com a capacidade de determinar se são adultos ou crianças, detectando apenas as silhuetas das pessoas, sem identificá-las.

O sistema também permite interceptar os dados de telemóveis para fornecer informações de onde as pessoas vieram e quanto tempo ficam em Veneza, fornecendo às autoridades uma imagem mais clara do número de turistas e visitantes que passam pela cidade.

O objetivo da medida é controlar o fluxo de visitantes em Veneza, que luta para conter o nível de multidões em certas áreas turísticas da cidade. Veneza é uma das cidades mais visitadas do planeta, atraindo cerca de 30 milhões de turistas por ano e 60 mil turistas por dia. Com o sistema experimental, os funcionários poderão tomar decisões mais informadas sobre encerramento de rotas e desvio de tráfego turístico para outras áreas.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Viagens. Semanalmente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.