Para averiguar quais as cidades mais caras e as mais baratas para os turistas em 2017, a Economist Intelligence (uma empresa subsidiária do The Economist) avaliou cerca de 133 cidades em todo o mundo. A pesquisa teve como base o preço de mais de 160 serviços e bens em cada um dos destinos.

Singapura é a cidade mais cara do mundo pelo quarto ano consecutivo e Almaty, no Cazaquistão, a mais barata. O top 5 das mais caras é completado por Hong Kong, Zurique, Tóquio e Osaka.

As cidades asiáticas estão em ascensão e as da Europa em queda. O estudo demonstra que há apenas quatro cidades europeias no top 10 das mais caras. De acordo com Jon Copestake, responsável pela pesquisa, "estes resultados demonstram uma mudança significativa em comparação com há 10 anos, quando as cidades europeias ocupavam a maior parte do top 10".

Consulte o Top 10 das mais caras na nossa galeria, em cima.

Na lista das mais baratas, Lisboa surge em 28º lugar, tendo descido 7 posições em relação ao ranking anterior. A cidade que mais caiu no ranking foi Manchester (Reino Unido), de 26º para 51º lugar. Os preços também caíram acentuadamente em Buenos Aires e nalgumas cidades chinesas, como por exemplo, Beijing.

As 10 mais baratas são:

1. Almaty (Cazaquistão)
2. Lagos (Nigéria)
3. Bangalore (Índia)
4. Karachi (Paquistão)
5. Argel (Argélia)
6. Chennai (Índia)
7. Mumbai (Índia)
8. Kiev (Ucrânia)
9. Bucareste (Roménia)
10. Nova Deli (Índia)

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Viagens. Semanalmente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.