"Eram fezes e estavam por todo o lado. Estavam no meu assento, no chão, nos meus sapatos...", disse o passageiro Matthew Meehan ao WSB-TV 2 Atlanta. Ele explicou que pisou nas fezes e os outros passageiros recusaram-se a sentar nos seus lugares até que tudo fosse limpo.

No entanto, quando chamaram a atenção da tripulação para o sucedido, o que receberam foram dois lenços de papel. Um responsável acabou por dizer que não era problema dele e que se a equipa de limpeza não tinha limpo o assento, não havia nada que pudesse fazer em relação a isso. Matthew Meehan afirma que ficou extremamente chocado com a postura dos responsáveis.

A Delta Airlines confirmou ao Business Insider que os passageiros começaram a embarcar na aeronave antes das equipas de limpeza terem passado pelo avião. A companhia aérea também observou que durante o voo anterior "um animal doente" teve um incidente.

Em comunicado, a Delta Airlines desculpou-se e ofereceu um reembolso e compensação aos clientes afetados pelo voo.

"A segurança e a saúde de nossos clientes e funcionários é nossa maior prioridade e estamos a fazer uma investigação completa enquanto acompanhamos as equipas certas para evitar que isso aconteça novamente". Após a aterragem, o avião foi retirado de serviço e foi desinfectado.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Viagens. Semanalmente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.