Menos de um dia após o casal anunciar a renúncia das suas funções reais, o museu decidiu agir para refletir o momento delicado para a monarquia do país.

"A partir de hoje, os personagens de Harry e Meghan não vão aparecer mais na instalação que reúne a rainha Elizabeth II com os outros membros da família real", declarou o diretor do museu, Steve Davies, num comunicado.

Os dois personagens, que estão entre os mais populares, "vão continuar a ser elementos importantes do Madame Tussauds", esclarece o texto, observando que o museu vai acompanhar de perto a evolução deste novo "capítulo do casal".

Harry e Meghan, que há tempos manifestam dificuldades para suportar a pressão mediática que a sua posição implica, anunciaram na quarta-feira, dia 08 de janeiro, que vão abandonar as funções de primeiro escalão como membros da família real britânica para passar mais tempo na América do Norte.

Numa mensagem qualificada como "pessoal" e divulgada num histórico comunicado do Palácio de Buckingham, Harry e a ex-atriz americana Meghan Markle anunciaram: "Temos a intenção de nos aposentarmos do primeiro escalão da família real e trabalhar para adquirir independência financeira, sem deixar de apoiar plenamente a Sua Majestade, a Rainha".

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Viagens. Semanalmente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.