Perante a situação excecional que o país e o mundo têm atravessado nos últimos meses, o Dino Parque viu-se obrigado a fechar as portas durante o período recomendado pelo Governo e pela Direção Geral de Saúde. Com o fim do confinamento e o gradual regresso à normalidade, o parque preparou-se para voltar a abrir portas e receber os exploradores de todo o país.

"Estamos preparados para voltar a receber visitantes, conseguindo garantir a segurança de todos. Estes últimos meses foram muito duros para todo o país e queremos voltar a criar momentos de descontração, entretenimento e pedagogia para todas as famílias. Principalmente depois deste longo período de confinamento, acreditamos que os momentos que criamos no parque serão ainda mais valorizados. E sendo o maior museu ao ar Livre da Europa dedicado à temática dos Dinossauros – é o parque ideal para desfrutar de um passeio em família, em plena natureza e em segurança", afirmou Luís Rocha, Diretor Geral do Dino Parque.

O parque elaborou um Plano de Contingência - ao qual foi dado parecer positivo da parte da Proteção Civil e Câmara Municipal da Lourinhã - e que implementa um conjunto de medidas de segurança que garantem uma visita com a máxima segurança. Algumas das medidas implementadas passam pelo controlo rigoroso do número e fluxo de visitantes nos espaços fechados, reforço na sinalética, obrigatoriedade de distanciamento nas filas na entrada e dentro do parque, e uma reformulação das zonas de piquenique, aumentando o espaço entre as mesas e garantindo desta forma uma distância de segurança. Todos os funcionários  e visitantes devem utilizar equipamento de proteção individual e os espaços e superfícies serão alvo de constante higienização.

Desde a sua abertura, o Dino Parque recebeu mais de meio milhão de visitantes o que se reflete num aumento muito significativo do volume de visitantes na região do Oeste.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Viagens. Semanalmente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.