A rua das Flores e a rua da Vitória estão agora ligadas pela arte e pela vista. Quando entramos no Museu e Igreja da Misericórdia do Porto (MMIPO), na rua das Flores, não fazemos ideia que, alguns degraus acima, teremos uma das vistas mais incríveis para o coração da cidade num jardim "secreto", cuja entrada se faz pela rua da Vitória. E a verdade é que se não fosse a inauguração da exposição “Alberto Giacometti – Peter Lindbergh”, esta vista iria permanecer invisível aos visitantes.

Assim, somos convidados, primeiro, a descobrir a fantástica ligação entre as esculturas de Giacometti e as lentes de Lindbergh. Em galerias repletas de luz, criou-se um ambiente perfeito para conseguirmos também nós capturar o invisível numa exposição que começa uma digressão mundial no Porto.

Até agora, a exposição apenas havia sido exposta no Instituto Giacometti em Paris. As esculturas ganham uma nova vida quando observadas ao detalhe através da fotografia.

Exposição Alberto Giacometti – Peter Lindbergh
créditos: DR

É um diálogo íntimo entre a obra de Alberto Giacometti (1901 – 1966), um dos mais aclamados escultores do século XX e a fotografia de Peter Lindbergh. Esta iniciativa é também um tributo ao lendário fotógrafo de moda que faleceu em setembro de 2019 e que esteve envolvido no processo de trazer a exposição para o Porto. Há uma sala dedicada a algumas fotografias emblemáticas de Lindbergh, que eternizou os rostos de super modelos e atrizes.

A iniciativa resulta de uma parceria entre o MMIPO, a marca de vinho do Porto Taylor’s e a comissária Charlotte Crapts. A exposição fica patente até ao dia 24 de setembro.

O bilhete custa 10 euros e dá acesso direto ao Rooftop Flores, para onde somos conduzidos, depois de ficarmos surpreendidos pela forma como o fotógrafo captou a alma das esculturas de Giacometti. Mas as surpresas não ficam por aí. Olhamos à volta e vemos o centro histórico do Porto, a Sé Catedral imponente ao fundo, os telhados cor de laranja a encaixarem-se como num jogo de Tétris, as gaivotas a cruzarem o céu. Tínhamos saudades desta vista única que aqui ganha uma nova perspetiva.

O bilhete da exposição dá direito a um cálice de vinho do Porto no terraço, como também pode fazer uma visita completa ao MMIPO. Se quiser “saltar” esta etapa, é possível aceder diretamente, de forma gratuita, ao Rooftop Flores através da rua da Vitória (nº 117).

Rooftop Flores
créditos: Alice Barcellos

O jardim tem mesas e espreguiçadeiras ideais para apreciar a paisagem. Basta escolher um lugar ao sol ou à sombra das frondosas laranjeiras. No menu, há vinho a copo e a garrafa, cocktails e sangrias de vinho do Porto, cerveja, cidra e sumos. O cardápio inclui ainda uma secção de petiscos, tábuas de queijo e presunto e sanduíches variadas. Há também um espaço interior com mesas.

A partir de maio, o Rooftop Flores vai contar a presença de um DJ para animar os fins de tarde de sexta-feira e sábado. Por isso, se quer aproveitar este jardim ainda de forma quase secreta, apresse-se, antes que esta vista comece a fazer sucesso no Instagram.

O mundo inteiro no seu email!

Subscreva a newsletter do SAPO Viagens.

Viaje sem sair do lugar.

Ative as notificações do SAPO Viagens.

Todas as viagens, sem falhar uma estação.

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOviagens nas suas publicações.