Segundo o The Guardian, os banhistas que desfrutavam do clima quente na Riviera Ateniense, a 10 metros de distância uns dos outros, foram sobrevoados por um drone, controlado por Zissimos Zissos, um funcionário da Câmara, que apelava para "manter a distância" e "respeitar a saúde pública". Causando estranheza, a mensagem não deixou ninguém indiferente: "Choca as pessoas, que olham para cima e depois afastam-se", afirmou o funcionário da Câmara. A polícia e os guardas municipais também estavam no local para ajudar a garantir que as multidões fossem dispersas e os banhistas agissem com responsabilidade.

Com a primeira onda de calor do ano, o Governo, liderado por Kyriakos Mitsotakis, - que desde 4 de maio tem vindo a reduzir de forma gradual o confinamento no país - autorizou a abertura de 515 praias sob diretrizes rígidas. Os clubes de praia abriram sem álcool, música e instalações desportivas, enquanto as espreguiçadeiras  têm de ser desinfetadas entre utilizações. Não são permitidas mais de 40 pessoas por mil metros quadrados e os guarda-sóis devem estar a quatro metros de distância.

A Grécia é um dos países mais dependentes do turismo na Europa, sendo que um quinto da força de trabalho grega está dedicada ao setor.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Viagens. Semanalmente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.