Quase metade (49%) dos entrevistados que se identificam como viajantes de lazer espontâneos veem-se como pessoas fortemente felizes, enquanto apenas um terço dos viajantes não espontâneos dizem que se sentem felizes na vida. Esta é uma das conclusões do estudo de tendências, realizado pela Travelzoo, uma publicação de experiências exclusivas.

Com “viagem espontânea”, o estudo refere-se a viagens não planeadas em termos de tempo e/ou localização, assim como uma escapadinha de fim de semana de última hora ou uma viagem para um destino inesperado. Para os propósitos da pesquisa, um "viajante de lazer espontâneo" é alguém que fez pelo menos uma viagem espontânea de dois dias ou mais em 2018. Os resultados da pesquisa indicam que a viagem de lazer espontânea é um conceito bem aceite, com 83% dos entrevistados a revelarem que vão considerar fazer uma viagem espontânea em 2019.

Viajantes espontâneos são positivos e confiantes

No estudo, os viajantes espontâneos mostraram ser duas vezes mais felizes em comparação com os viajantes não espontâneos, e estão mais bem preparados para lidar com desafios que surgem ao longo da vida. Quarenta por cento dos viajantes espontâneos confessaram sentirem-se satisfeitos e contentes com a sua vida, e sentem uma maior ligação com a família, amigos e com o mundo em geral. Estes números são consistentes em todos os países que participaram no estudo (Austrália, Canadá, China, França, Alemanha, Hong Kong, Japão, Espanha, Reino Unido e EUA).

Viagens espontâneas são motivadas por razões pessoais

Os viajantes espontâneos fazem este tipo de viagens por motivos pessoais mais do que influenciados por fatores externos. Os resultados do estudo da Travelzoo mostram que as duas principais motivações são a necessidade de relaxar e descontrair (46%) e o desejo de “fugir” e fazer algo especial (43%). O desejo de visitar um destino específico (32%) ou participar numa atividade ou evento (30%) são outras das motivações.

Viajantes espontâneos procuram inspiração

Os resultados deste estudo indicam que os viajantes espontâneos procuram ativamente informações e ideias para serem inspirados. Quase nenhum viajante espontâneo (menos de 4%) iria viajar sem sentir um forte desejo de experimentar uma viagem especial, em comparação com 17% dos viajantes não espontâneos. De facto, 26% dos viajantes espontâneos recorrem a cinco ou mais fontes de informação para obter ideias de viagem mais peculiares ou fora do comum, em contraste com apenas 13% dos viajantes não espontâneos.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Viagens. Semanalmente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.