Há uns meses saiu uma notícia que revelava que 14% dos assistentes de bordo britânicos já tinha tentado ter relações sexuais com um passageiro durante o voo.  No entanto, impõe-se a pergunta: e quantos passageiros ou passageiras tentaram ter uma relação amorosa com um(a) assistente de bordo?

O motor de pesquisa de voos e hotéis Jetcost realizou um inquérito onde revela quais as nacionalidades mais "atrevidas" neste tema e descobriu que os espanhóis (36%) são os que mais tentam namorar com assistentes de bordo. Embora em menor percentagem (20%), muitos portugueses também tentam conquistar assistentes de bordo e somente 9% consegue.

Inicialmente foi perguntado a todos os entrevistados como passavam o tempo durante o voo, e estas foram as respostas mais frequentes:

1. A ouvir música
2. A falar com os companheiros de viagem
3. A ver um filme
4. A dormir
5. A ler um livro ou uma revista

A pesquisa ainda revelou que um em cada cinco entrevistados admitiu que também tentava "flirtar" com o pessoal de bordo.  Quando se lhes perguntou porque o faziam, os entrevistados responderam, porque a assistente de bordo lhes parecia muito atraente (35%); porque tinham ouvido histórias picantes sobre o(a)s assistentes de bordo (24%), e porque tinham muita vontade de o fazer (21%).

Apesar de muitos deles o terem tentado, pouco mais de 1 em cada 10 admitiu que os seus esforços compensaram, com um encontro marcado para depois do voo.

A todos os que admitiram que tinham flirtado com o(a)s assistentes de bordo, também lhes foi perguntado qual tinha sido a reação do membro da tripulação no momento. 45% admitiu que tinham olhado com cara estranha e não deram muita importância ao assunto; 33% afirmou que tinha alinhado com o "jogo de sedução", 13% que o assistente ou a assistente de bordo tinha tentado evitar posteriormente algum contacto durante o voo e 9% foram chamados a atenção. Por outro lado, e segundo os resultados da pesquisa, os homens tentam "flirtar" no avião duas vezes mais do que as mulheres.

Parece que, tanto os portugueses como as portuguesas, não pertencem ao grupo dos que mais tentam encontrar uma relação em alto voo, pois em comparação com cidadãos de outros países ficam atrás de espanhóis, italianos e alemães.

Ao nível europeu, estas são as percentagens de passageiros que tentam "namorar" o pessoal de bordo e conseguem:

Espanhóis: 36% (15%)
Italianos: 30% (10%)
Alemães: 22% (8%)
Portugueses: 20% (9%)
Franceses: 15% (8%)
Britânicos: 14% (6%)

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Viagens. Semanalmente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.