O incidente ocorreu na noite da passada segunda-feira, dia 23 de maio, no aeroporto de Najaf, grande cidade xiita do sul do Iraque, que recebe anualmente centenas de milhares de peregrinos do mundo inteiro.

Uma investigação está em andamento para esclarecer as circunstâncias que permitiram que uma criança chegasse a um aeroporto e embarcasse num avião, informou, à AFP, o diretor do aeroporto internacional de Najaf, Hikmat Ahmed. O menino "conseguiu passar por sete pontos de controlo do aeroporto até chegar ao avião."

"Chegou ao aeroporto às 21h30 de segunda-feira. Por volta das 2h, após embarcar no avião da Iran Air, foi descoberto pela tripulação", descreveu Ahmed.

Os pais, que moram num bairro vizinho ao aeroporto, haviam repotado à polícia o desaparecimento da criança, segundo uma fonte da segurança. "Aqueles que falharam o seu dever serão punidos, demitidos ou transferidos", ressaltou Ahmed.

Após o fim da investigação, “novos procedimentos serão elaborados para manter a ordem e a segurança do aeroporto e dos viajantes”, anunciou o diretor. "Embora tenha conseguido enganar os controlos, a entrada não representou um perigo, uma vez que foi submetido a todas as revisões. O menino conseguiu passar por todas as etapas porque se misturou com a multidão de viajantes."

O aeroporto internacional de Najaf é um dos mais importantes do Iraque. Em 2019, antes da pandemia, 2,5 milhões de viajantes passaram pelo mesmo, segundo números oficiais.

O mundo inteiro no seu email!

Subscreva a newsletter do SAPO Viagens.

Viaje sem sair do lugar.

Ative as notificações do SAPO Viagens.

Todas as viagens, sem falhar uma estação.

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOviagens nas suas publicações.