De acordo com a CNN,  Associação de Parques Temáticos do Leste e Oeste do Japão - um grupo de 30 operadores de parques temáticos - propõe proibir gritos e aplausos nos parques (incluindo montanhas-russas), entre várias outras medidas de segurança obrigatórias na reabertura dos parques.

A ideia por trás destas novas regras é simples: gritar pode produzir  e espalhar gotículas, o que pode contribuir para a propagação do vírus. De acordo com a CNN, alguns funcionários do parque não poderão usar máscaras devido à natureza do seu trabalho - artistas, por exemplo -  devendo manter uma distância de, pelo menos, um metro dos visitantes.

Além da regra de "não gritar", a associação emitiu outras diretrizes para manter os funcionários e visitantes em segurança após a reabertura dos partes, incluindo a desinfeção dos espaços, uso de máscaras, verificações de temperatura. Será também recomendado o distanciamento social e limitado o número de visitantes.

As conversas deverão ser breves e as pessoas podem usar outros tipos de comunicação: "Face a uma nova forma de atender o cliente, mesmo usando uma máscara, podem usar-se outras formas de comunicação com os visitantes, como o olhar e gestos com as mãos", refere uma das sugestões, citada pela CNN.

O Japão começa com a  reabertura gradual na próxima semana. Os parques de diversão estavam fechados desde fevereiro.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Viagens. Semanalmente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.