Exatamente no edifício onde fica o Glory Bar, -  hoje Turim Restauradores Hotel e na época Suisso Atlântico Hotel - pernoitou Garbo, o famoso espião da II Guerra Mundial que enganou a mulher para salvar o Dia D e que dá nome a um dos cocktails da carta.

Os cocktails resultam de diferentes experiências da equipa de bar de Ana Matias, que procuraram em cada cocktail incorporar ingredientes que representassem cada espião: Sir Francis (Henessy, chocolate&noz e uvas); Frederico Carvalhão Gil ( ginjinha, sumo de lima e pisco); Garbo ( Vinho do Porto e Licor Beirão); Kim Philby (Moskovskaya, xarope de canela e alecrim); Margaretha Geertruda Macleeod (Pisang Ambon, licor holandês, iogurte e maracujá) e Harold Worden (1920, tangerina e cola).

O espaço vintage, com algumas paredes forradas a madeira, sofás de veludo e ambiente musical relaxante e envolvente, ajudam a criar o cenário perfeito para sentir que entramos num mundo secreto onde se preparam grandes missões e conspirações.

Os Notáveis são compostos por sete cocktails, que se destacaram entre os onze propostos pela equipa do Glory Bar durante uma reunião “secreta”.  As bebidas vão desde as mais frescas e tropicais, às mais encorpadas e frutadas. De acordo com a barmaid Ana Matias, responsável pela criação da carta em conjunto com o barman Fábio Maia, são “cocktails simples e diretos”. Os preços variam entre os 7.50 e os 9.50 euros.

Para os amantes das artes, o bar tem ainda outras atrações: vitrais originais assinados pelo artista Amândio Silva (1923-200), natural do Porto, formado em Pintura na Escola Superior de Belas Artes do Porto, com 20 valores. Foi discípulo de Acácio Lino e dordio Gomes e elemento fundador do Grupo “Independentes”.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Viagens. Semanalmente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.