As carnes autóctones, os enchidos e fumados, a doçaria conventual e tradicional, os peixes da Costa Norte, os mariscos, as conservas, as compotas, queijos, entre muitos outros produtos, estão na mesa d a 22º edição do Xantar - Salão Internacional de Turismo Gastronómico.  Esta é uma forma de promover um produto “que é absolutamente estratégico para o turismo no destino”, segundo Luís Pedro Martins, presidente do Turismo do Porto e Norte.

“A gastronomia e os vinhos da nossa região, alguns únicos no mundo, como vinho do Porto e os vinhos verdes, a riqueza dos vinhos do Douro, Trás-os-Montes e Távora-Varosa, são produtos distintivos e potenciadores de outros produtos turísticos”, acrescenta.

O evento, sublinha o presidente da TPNP, reveste-se de uma importância ainda maior pelo facto de “se realizar numa região com a qual temos laços históricos e muitos projetos de cooperação transfronteiriça”. Espanha é o principal mercado emissor do destino Porto e Norte e boa parte desses turistas provêm da Galiza, província espanhola que também tem no Norte de Portugal um mercado turístico importante.

O salão gastronómico, patente até 7 de novembro, conta com a participação de duas dezenas de municípios associados do Turismo do Porto e Norte de Portugal e vários agentes económicos, que levam ao Xantar os sabores da riqueza gastronómica nortenha, evidenciando as formas de confecção mais ancestrais, mas também as tendências da gastronomia contemporânea e as novas interpretações de pratos tradicionais apresentados de forma mais sofisticada. 

O mundo inteiro no seu email!

Subscreva a newsletter do SAPO Viagens.

Viaje sem sair do lugar.

Ative as notificações do SAPO Viagens.

Todas as viagens, sem falhar uma estação.

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOviagens nas suas publicações.