A Taverna Antiqua, em Tomar, oferece aos clientes uma verdadeira viagem no tempo até à Idade Média através do seu edifício de origem medieval, da decoração, das refeições de cariz medieval e de diversas animações que invocam tempos idos. A iluminação do espaço é garantida sobretudo pelas velas que ocupam as mesas e por uma muito reduzida iluminação elétrica, que apenas foi adicionada a pedido dos clientes que consideravam o espaço muito escuro, segunda conta o proprietário, Emanuel Rosa. Os funcionários estão vestidos a rigor, os copos e pratos são de barro e as mesas de madeira.

A ementa é baseada em poucos registos deixados e pretende recriar fielmente o que seria a experiência à mesa durante a Idade Média que, ao contrário do que se possa pensar, era bastante diversificada e sofisticada. Os ingredientes que não eram servidos nas mesas portuguesas durante a Idade Média também não serão servidos nas mesas da Taverna Antiqua.  Na ementa há sopa de castanhas com cogumelos, perninhas de rã, pernil de porco com molho de castanhas e bacalhau à mercador, entre várias outras opções.

Para tornar a experiência inesquecível, às sextas e sábados há música ao vivo e animação com várias personagens medievais a entrarem na Taverna e dialogarem entre si. Destaca-se o peregrino a caminho de Santiago, as cavaleiros templários e o encontro de grande tensão entre um padre e um médico, durante a Peste Negra que conduz a uma discussão sobre ciência e religião que diverte todos os presentes.

Mais do que um simples restaurante, a Taverna Antiqua é uma verdadeira experiência cultural e histórica que merece ser vivida.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Viagens. Semanalmente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.