O bife mais caro do mundo só pode ser pedido em alguns restaurantes. O preço justifica-se pelo facto de este pedaço de carne ter um tratamento especial que começa quando a vaca ainda está viva. O francês Alexandre Polmard, o produtor da carne, cria os animais na cidade de Saint Mihiel, em Lorena, França, ao ar livre e tendo sempre atenção para que as vacas vivam o mais confortavelmente possível e sem stress.

Polmard fala com as vacas todos os dias para que elas estejam calmas até antes de irem para o matadouro. O stress aumenta o nível de glicogénio e ácido láctico nos bovinos, o que deixa a carne menos tenra. De seguida, a carne é sujeita à "hibernação", um processo inventado pelo avô de Polmard em 1990, em que os bifes são congelados a 43.º negativos num local onde ar frio sopra a 120 quilómetros por hora. De acordo com Alexandre Polmard, que herdou o negócio de família, o processo permite conservar a carne durante qualquer período de tempo sem perder qualidade. "Todo o amor e atenção que damos aos nossos animais chegam ao prato quando se prova a carne", disse o produtor.

O talho, onde é comercializada a carne dos animais de Polmard, parece uma loja de artigos de luxo. Toda a carne vendida esteve "hibernada" entre 28 e 56 dias. A carne pode até ser comprada online, mas só é fornecida a um pequeno número de restaurantes, todos escolhidos a dedo por Alexandre Polmard.

Os restaurantes Caprice, em Hong Kong, e o Polmard, em Paris, são os locais onde pode degustar o prato por um preço a rondar os três mil euros.

A carne de Kobe, de origem japonesa, é outro dos exemplos. As vacas são criadas na região de Hyogo e, até estarem prontas para o matadouro, têm uma vida de luxo: os animais são alimentados com aveia, bebem cerveja e recebem três sessões diárias de massagens. Na última, os massagistas usam saquê (uma bebida tradicional japonesa feita de arroz e água) para deixar o pêlo dos animais brilhante. No Japão, por exemplo, o quilo do bife de Kobe chega a custar cerca de mil dólares. O restaurante Nello, em Nova Iorque, é outro dos que vende este tipo de carne. Um bife grelhado custa 750 dólares.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Viagens. Semanalmente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.