Acredita-se que este prato foi introduzido na região de New England em 1700, por colonos franceses, tendo ganho fama nas décadas seguintes. 

Em 1836 começou a ser servido em Boston no Ye Olde Union Oyster House — o restaurante mais antigo em operação contínua no EUA, e a sua popularidade disparou. De facto esta sopa de mariscos tornou-se tão conhecida que o seu rico e forte sabor é descrito até no clássico da literatura “Moby Dick”, de Herman Melville.

INGREDIENTES

  • 225 g de bacon (em cubos médios)
  • 1 chávena de alho francês picado
  • 1 chávena de cebola picada
  • 1/2 chávena de aipo picado
  • 1 cenoura descascada e picada
  • Sal a gosto
  • Pimenta preta a gosto
  • 3 folhas de louro
  • 1 colher de sopa de tomilho fresco picado
  • 1/2 chávena de farinha
  • 450 g de batatas descascadas e picadas
  • 4 chávenas de caldo de mariscos
  • 2 chávenas de natas
  • 900 g de miolo de amêijoas pequenas picado
  • 2 colheres de sopa de salsa picada

PREPARAÇÃO

Coloque o bacon numa panela, em fogo médio-alto, e deixe estar até o bacon ficar crocante (cerca de 8 minutos).
Junte o alho francês, a cebola, o aipo e a cenoura. Refogue por cerca de 2 minutos.

Tempere os legumes com sal e pimenta preta. Adicione as folhas de louro e o tomilho. Adicione a farinha e cozinhe por 2 minutos. Junte as batatas e o caldo de marisco. Diminua o lume e deixe ferver até reduzir.

Cozinhe tudo até as batatas ficarem macias (cerca de 12 minutos). Adicione as natas e deixe ferver.

Adicione as amêijoas e cozinhe por mais 2 minutos. Junte a salsa e retifique os temperos adicionando mais sal e pimenta, se necessário.

Retire do lume e sirva quente.

Agadir desde 102€