Segundo a Fundação Gil Eannes, o antigo navio hospital, transformado em museu desde agosto de 1998, “obteve de janeiro a agosto do corrente ano 49.860 visitas, ultrapassando assim o número de visitantes obtidos durante o ano de 2015 que encerrou com 47.659”.

Este ano, o museu passou a disponibilizar aos visitantes a zona hospitalar como a sala de operações, sala de esterilização, sala de desinfeção, laboratório de análise, RX de emergência e ainda, duas enfermarias.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Viagens. Semanalmente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.