"Na sequência das recentes notícias referentes ao processo de falência do operador britânico Low Cost Travel Group, o Turismo de Portugal vem alertar e sugerir a todos os turistas que recorreram aos serviços daquele operador, designadamente os inerentes a alojamento, que efetuem uma consulta ao ‘site’ lowcostholidays.com", refere o Turismo de Portugal, em comunicado no seu 'site'.

Sugere ainda que os turistas "estabeleçam um contacto prévio com os referidos empreendimentos, no sentido de aferirem se as suas reservas de alojamento e respetivas condições se encontram asseguradas".

De acordo com o jornal britânico Independent, o colapso do Low Cost Holidays deixou cerca de 140.000 clientes com reservas atuais ou futuras numa situação de incerteza.

No 'site' da agência de viagens 'online', consultado pela Lusa, é anunciado que a empresa cessou atividade em 15 de julho, depois de "uma exaustiva tentativa pelos diretores para salvar o grupo", que entretanto também foi arrastado pelo "ambiente financeiro turbulento".

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Viagens. Semanalmente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.