Nos dias 31 de agosto e 1 de setembro, Castelo Rodrigo – uma das 12 Aldeias Históricas de Portugal – vai ser palco de mais um dos evento do “Ciclo 12 em Rede – Aldeias em Festa”. Desta vez, é a lenda da serra da Marofa que dá o toque de partida para várias atividades.

Reza a lenda um cavaleiro cristão se enamorou pela linda filha de um rico judeu, que se tinha refugiado em Castelo Rodrigo. A donzela Ofa acabou por dar o nome à serra: Serra da Marofa. Isto porque o cavaleiro terá dito que ia levar o seu “amor a Ofa”. Isto, dito em voz alta, fica mesmo Marofa.

Nos dias 31 de agosto e 1 de setembro, a Aldeia Histórica de Castelo Rodrigo, localizada no concelho de Figueira de Castelo Rodrigo (distrito da Guarda), promove um programa com muita animação, que inclui teatro, música, visitas guiadas, gastronomia e fotografia.

Uma festa que celebra as origens e tradições desta Aldeia Histórica, oferecendo assim aos seus visitantes uma oportunidade única de conhecer Castelo Rodrigo em todo o seu esplendor e conviver com as suas acolhedoras gentes. A entrada é gratuita.

Com uma elevação de 977 metros de altitude, a Serra da Marofa oferece paisagens deslumbrantes e é um dos cartões de visita de Castelo Rodrigo. A beleza da Aldeia Histórica e da Serra não deixa ninguém indiferente, e é por isso que um dos destaques da festa "A Lenda da Marofa" é um tour fotográfico, na sexta-feira 31 de agosto, depois do qual cada fotógrafo selecionará um conjunto de fotografias que serão de imediato impressas e expostas pela aldeia.

PROGRAMA COMPLETO

SEXTA-FEIRA (31 de agosto)

9h00 – Tour fotográfico (29 fotógrafos - inscrição obrigatória)

12h30 – Almoço com apresentação de imagens

15h00 – Corda d’Imagens pela Aldeia Histórica

16h00 – Encontros com a história “Ephraim Bueno”

18h00 – Pôr do sol na Marofa - Música e degustação

19h30 - Show Cooking - Chef Álvaro Costa

20h00 – Jantar Comunitário (mediante inscrição)

21h30 – Concerto – Les Saint Armand (Palácio Cristóvão de Moura)

Concurso fotografia

Durante a manhã, um conjunto de fotógrafos serão convidados a viajar pela aldeia e a percorrer o caminho que os leva à Marofa para fotografarem o que julgarem mais interessante, explorando as ligações entre a aldeia de Castelo Rodrigo e a serra da Marofa. No final da manhã, cada fotógrafo selecionará um conjunto de fotografias que serão de imediato impressas e expostas.

Corda de Imagens

Após o almoço e com as fotografias impressas, os fotógrafos serão convidados a expor as suas fotografias numa corda que percorrerá toda a aldeia, criando assim uma espécie de estendal. Este dispositivo ficará patente durante todo o evento. Simultaneamente as fotografias serão disponibilizadas numa rede social a fim de serem votadas pelos visitantes. A votação online vale 50 por cento do total, o restante caberá a um júri a nomear.

Visitas Guiadas com Ephraim Bueno

Efraim Hezekiah Bueno, nascido em 1599 em Castelo Rodrigo com o nome de Martim Alvares, formou-se em medicina em Bordéus e tornou-se emigrante médico e escritor em Amsterdão. Ficou célebre pelas pinturas/retrato que o seu amigo Rembrandt legou à história da arte. A sua lápide funerária, existente no cemitério português de Ouderkerk (Amsterdam) é uma homenagem à diáspora lusitana e aos que tiveram de fugir por força da Inquisição; está escrita na língua de Camões e apenas a data do falecimento, 1665, se encontra colocada segundo o calendário hebraico. Porque a lenda também se deve à presença dos judeus em Castelo Rodrigo (e depois conversão em cristãos novos e perseguição dos judeus pela inquisição) será um judeu a guiar os visitantes por esta aldeia.

Show Cooking

Um chef convidado, acompanhado pela comunidade de Castelo Rodrigo, trabalhará os produtos típicos desta região. A zona é caracterizada pela existência de ótimos produtos para a gastronomia onde se destacam a lebre/coelho e a perdiz, e ainda a amendoeira e a oliveira. A isto devemos somar o ótimo Borrego que por estas terras é Borrego da Marofa.

Jantar Comunitário

Neste jantar pretende-se que a comunidade e os seus convidados possam degustar as iguarias preparadas no showcooking. O espaço para este jantar está deste já selecionado e também contempla uma incrível vista para a serra. Pretende-se que este jantar seja uma festa da gastronomia.

Concerto (Palácio Cristóvão de Moura)

Neste concerto pretende-se apresentar música portuguesa com um toque de vanguarda misturando assim a herança patrimonial com o arrojo musical.

SÁBADO (1 de setembro)

A partir das 10h – Visitas Guiadas informais conduzidas pelos habitantes de Castelo Rodrigo (marcação no posto de turismo)

13h30 – Almoço em casa dos próprios habitantes (por marcação - limite de inscrições)

18h00 – Por do Sol na Marofa – Música e degustação

21h30 – “Amar Ofa” – teatro-performance

23h00 – Fogo-de-artifício

Visitas Guiadas informais conduzidas pelos habitantes de Castelo Rodrigo

Nesta iniciativa, o objetivo é promover uma ligação mais próxima entre os habitantes e os visitantes, dando vida à aldeia e convidando os visitantes a conhecer a aldeia pelos olhos e pelas mãos dos habitantes e naturais desta pequena aldeia cheia de história e património. Nestas visitas será possível entrar no espaço privado promovendo assim a imersão. Estas visitas poderão incluir almoço em casa dos próprios habitantes e quem sabe até jantar. Os naturais da Aldeia sempre gostaram de conversar, bem receber, partilhar e petiscar.

Pôr do Sol na Marofa

A Serra da Marofa marca a paisagem de quem visita a aldeia, propomos assim um final de dia voltado para a Marofa apreciando música e degustando produtos regionais potenciando assim a contemplação. Este evento acontecerá em 4 espaços em simultâneo e em colaboração com o comércio local. Cada espaço terá uma proposta musical e gastronómica diferente.

Teatro “Amar Ofa”

À semelhança do ano passado, propõe-se uma criação artística singular em residência artística misturando profissionais das artes cénicas com atores locais da comunidade. Após os Heróis de Castelo Rodrigo, dedicamo-nos agora a criar sobre a lenda da Marofa que mistura história, estórias mito, amor e religião. Esta performance teatral acontecerá mesmo no coração da aldeia e com as muralhas, as ruelas e a serra a servirem de cenário ideal.

Quem quiser aproveitar e ficar mais dias na região para conhecer as restantes Aldeias Históricas de Portugal pode aproveitar um pacote especial de alojamento.

Esta é uma iniciativa das Aldeias Históricas de Portugal e do Município de Figueira de Castelo Rodrigo, apoiada pelo Centro 2020, Portugal 2020 e Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional.

O ciclo "12 em rede | Aldeias em Festa" só termina em dezembro! Depois de Castelo Rodrigo, as festas continuam nas restantes Aldeias Históricas de Portugal. A saber: Castelo Mendo (14 e 15 de setembro), Trancoso (5 a 7 de outubro), Idanha-a-Velha (1 a 4 de novembro), Monsanto (9 a 11 de novembro) e, finalmente, Belmonte (7 a 9 de dezembro). São nove meses de grande animação e que levarão milhares de visitantes às 12 Aldeias Históricas de Portugal. A não perder!
Mais informações sobre as Aldeias Históricas de Portugal, no Viaje Comigo.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Viagens. Semanalmente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.