Sabia que o cumprimento mais antigo é o aperto de mão? Já os romanos e os gregos usavam este gesto como cumprimento, além de beijos nas bochechas. No antigo Japão, país de rígidos costumes, uma pessoa que não cumprimentava outra de uma hierarquia mais alta podia mesmo ser condenado com pena de morte.

Conheça outros cumprimentos à volta do mundo.

CHINA
O costume era cumprimentarem-se apertando as próprias mãos. Pode parecer estranho, mas naquela altura as febres e as epidemias eram frequentes e esta era a forma de evitar o contágio.

OCEANIA
O cumprimento fazia-se com o toque entre narizes. Antigamente, era também hábito o cumprimento ser feito deixando cair a toga, ficando as costas a descoberto como sinal de confiança e demonstrar à outra pessoa que era incapaz de cometer uma traição.

NOVA GUINÉ
Quando uma pessoa se ia embora, os nativos da Nova Guiné choravam e cobriam-se de lama.

TIBETE
No Tibete, é costume mostrar a língua como forma de cumprimento. Este gesto, no entanto, tem um significado: nunca pronunciar palavras que possam ofender o amigo.

ÉPOCA MEDIEVAL
O ato de tirar o chapéu era o mais comum e acabou por se tornar num dos cumprimentos mais universais do mundo.

ÍNDIA
A palavra "Namaste" serve para dizer olá e adeus e é muito usado por hindus e habitantes de outros países asiáticos. Juntamente com a palavra, faz-se uma vénia com a cabeça.

FILIPINAS
Os mais novos devem mostrar o seu respeito cumprimentando os mais velhos segurando a mão direita, e fazendo uma pequena vénia.

GRONELÂNDIA
A pessoa deve pressionar parte do nariz e do lábio superior sob o rosto do outro. A saudação, chamada de Kunik, começou com os esquimós.

NOVA ZELÂNDIA
Seguindo as tradições Maori, o cumprimento neozelandês é chamado de hongi. Neste caso, duas pessoas encostam as suas testas e esfregam, ou apenas tocam, a ponta dos narizes. O ato é conhecido como “respiro de vida” e acredita-se que tenha vindo dos deuses.

POLINÉSIA
Em Tuvalu, na Polinésia, o cumprimento consiste em encostar uma bochecha na outra e, em seguida, cheirar profundamente o pescoço.

EUROPEUS
Têm como costume dar beijos na face, para além do aperto de mão que é também um dos mais comuns. Mas os beijos variam, de acordo com o país. Na Alemanha, por exemplo, o costume é dar um beijo no lado esquerdo do rosto. Já os holandeses parecem ser mais beijoqueiros, e cumprimentam os amigos com 3 beijos. O mesmo acontece em França.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Viagens. Semanalmente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.