A iniciativa pretende garantir um apoio aos estudantes durante este período, numa lógica de promoção da educação e do bem-estar dos estudantes, uma vez que se considera que os períodos de férias letivas são fundamentais, também, para o sucesso académico", explicou hoje, em comunicado, a instituição de ensino superior.

O ‘Summer Hostel@IPVC' vai começar a funcionar no sábado e até 15 setembro, disponibilizando as cerca de 200 camas que integram as duas residências que a instituição detém na cidade de Viana do Castelo, durante o período de interrupção letiva.

"Queremos reforçar os benefícios associados ao estatuto de estudante (queremos associar um conjunto crescente de mais valias ao facto de se ser estudante), não só ao nível dos alunos do IPVC, mas também de todos os alunos em geral, uma vez que consideramos que a promoção da educação é um processo inerente à responsabilidade social do IPVC", disse o administrador dos Serviços de Ação Social (SAS) do IPVC, Diogo Moreira, citado naquela nota.

Além do ‘hostel', os SAS vão ainda disponibilizar "um conjunto de atividades de natureza cultural e desportiva, através das quais os alunos poderão desenvolver um conjunto de competências cada vez mais importantes para o processo formativo e para o sucesso enquanto profissionais".

Com um custo a partir dos 10 euros, o ‘Summer Hostel@IPVC' disponibiliza alojamento, lavandaria ‘low cost', acesso à internet, programas culturais e desportivos, nomeadamente residências artísticas, prática de desportos náuticos, em conjunto com os parceiros locais, e acompanhamento durante as festas de Nossa Senhora da Agonia, que decorrem entre 17 a 20 de agosto".

Já em 2016, os SAS tinha disponibilizado alojamento naquelas residências, mas apenas durante aquelas festas e a antigos alunos da instituição.

Com cerca de cinco mil alunos, o IPVC tem seis escolas, de Educação, Tecnologia e Gestão, Agrária, Enfermagem, Ciências Empresariais, Desporto e Lazer, ministrando 24 licenciaturas, 38 mestrados, 34 Cursos de Técnicos Superiores Profissionais (CTESP) e outras formações de caráter profissionalizante.

Além de Viana do Castelo, o IPVC tem escolas superiores instaladas em Ponte de Lima, Valença e Melgaço.

Com 323 docentes, a instituição ministra cursos em oito áreas científicas desde as artes, ao ‘design' e humanidades, ciências da engenharia e tecnologias, ciências da vida e da terra, ciências económicas e empresariais, ciências exatas, educação e ciências sociais e eletrotecnia e informática.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Viagens. Semanalmente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.