Para além da sua importância histórica, Vila Viçosa é também conhecida por estar no centro da Rota Portuguesa do Mármore. A qualidade superior da pedra extraída nesta região é admirada desde tempos imemoriais, por isso, quando resolvi visitar a cidade, hospedar-me no Alentejo Marmòris Hotel & SPA, que presta homenagem a esta matéria-prima tão nobre, pareceu-me perfeitamente lógico.

O check-in foi rápido e eficiente. Todos os cuidados de higiene foram respeitados, assim como o distanciamento social que a atual situação exige.

Segui para o quarto e, mais uma vez, fiquei agradavelmente surpreendida. Era grande, confortável, tinha uma decoração clássica, sem deixar de ser contemporânea, um bom chuveiro, amenities da marca Castelbel e uma enorme banheira de imersão ma-ra-vi-lhosa! O mármore, novamente, era a estrela principal.

Para jantar, não tive dúvidas e marquei mesa no restaurante do hotel, Narcissus Fernandesii, que tem a cozinha a cargo do chef Pedro Mendes. É o único restaurante de Vila Viçosa indicado no guia Michelin.

Oferece 3 menus de degustação: Menu da Vila, Menu Alentejano e Menu do Campo (opção vegetariana), que garantem uma boa experiência gastronómica. O serviço é competente e simpático. O pianista que tocou durante todo o jantar foi mais um detalhe agradável.

O pequeno-almoço também não desapontou. É servido num grande salão e oferece um buffet que inclui panquecas, ovos, salmão fumado, queijos variados, vários tipos de pão, croissants, charcutaria, fruta fresca, cereais, bolos, sumos naturais e etc.

Por causa das novas exigências sanitárias e para garantir o distanciamento social, cada hóspede deve escolher antecipadamente o horário em que pretende tomar o pequeno almoço. Como medidas adicionais, cada hóspede encontra na sua mesa uma pinça individual que deve usar sempre que quiser retirar algo do buffet. Itens como queijos, que tem de ser cortados, são servidos a pedido.

O grande destaque do Marmòris é o Stone SPA que já foi várias vezes premiado com o World Luxury Spa Awards. Está inserido numa pedreira natural, e oferece 4 salas de tratamento diferentes, hammam, hidromassagem, piscinas interior e exterior aquecidas e um ginásio. A massagem com pedra mármore é considerada uma experiência essencial, mas infelizmente, nesta curta estadia, não tive oportunidade de a experimentar.

Quem quiser conhecer mais sobre a exploração de mármore nesta região pode marcar, através do hotel, uma visita à Pedreira D'el Rey e ao Museu do Mármore de Vila Viçosa (localizado junto à Pedreira da Gradinha, na saída para Borba).

Sigam-me no Instagram e no Facebook

Artigo originalmente publicado no blogue The Travellight World

O mundo inteiro no seu email!

Subscreva a newsletter do SAPO Viagens.

Viaje sem sair do lugar.

Ative as notificações do SAPO Viagens.

Todas as viagens, sem falhar uma estação.

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOviagens nas suas publicações.