Perco conta das vezes que visitei a cidade quando era miúda, com os meus pais, durante as festas da Nossa Senhora d' Agonia. Nessa altura a cidade enchia-se de gente e o ambiente era tão festivo!... eu adorava, mas depois cresci e, na ânsia de conhecer coisas novas acabei por relegar (bem ou mal) para segundo plano locais que achava já conhecer bem.

Há pouco tempo, no seguimento de uma viagem ao Porto, e a a pretexto de mostrar a cidade a uma amiga que nunca lá tinha estado, voltei a Viana e... ahh! que felicidade foi rever aquela cidade que me trazia tão boas lembranças de infância.

Voltar a passear pelas suas ruas e ver as suas igrejas, mosteiros e majestosos edifícios históricos, onde os estilos manuelino, barroco, e revivalista predominam, foi um prazer. Para quem gosta de história e arquitetura é imperdível.

Viana do Castelo, uma das cidades mais belas do norte do país
créditos: The travellight World| H. Borges

A Praça da República é uma praça muito bonita, podemo-nos sentar na esplanada de um dos seus cafés e admirar o centro histórico da cidade: ver a Igreja da Misericórdia com a sua arquitetura barroca e belíssimos azulejos, o Chafariz, e os Antigos Paços do Conselho.

Também merece uma visita o Museu de Artes Decorativas e o Museu do Traje (o bilhete custa 2,00€ e dá acesso aos dois museus).

E depois, claro, não há como não visitar o monte e o Santuário de Santa Luzia. Este é o monumento que domina toda a cidade, é o seu cartão de visita.

Santuário de Santa Luzia
créditos: The Travellight World

Diz-se que o Santuário foi inspirado na Basílica do Sacré Cœur de Paris (mas para mim é ainda mais bonito). Para subir até ao Santuário, a forma mais fácil é apanhar o Elevador de Santa Luzia.

O Elevador funciona com o seguinte horário:

Janeiro, fevereiro, novembro e dezembro: Encerra à segunda-feira. Aberto de terça a sexta, das 10h00 às 12h00 e das 13h00 às 17h00; sábado e domingo, das 10h00 às 17h00.

Março, abril, maio e outubro: Aberto de segunda a sexta, das 10h00 às 12h00 e das 13h00 às 17h00; sábado e domingo das 9h00 às 18h00.

Junho, julho, agosto e setembro: Aberto de segunda a domingo, das 9h00 às 20h00.

Preço dos Bilhetes:

3,00 € ida e volta;
2,00 € uma viagem;

(informação da C.M. de Viana do Castelo)

A vista do monte sobre a cidade, o estuário do rio Lima e o mar é magnífica.

Santuário Santa Luzia
créditos: The Travellight World| H. Borges

O santuário foi construído por iniciativa da Confraria de Santa Luzia, entidade que tutela o monumento. A sua instituição deve-se ao Capitão de Cavalaria Luís de Andrade e Sousa que, acometido por uma grave doença oftalmológica, recorre à extinta capela de Santa Luzia, advogada da vista. Ao conseguir a cura, como forma de gratificar a graça recebida institui a Confraria de Santa Luzia com o intuito de promover e prestar o devido culto a Santa Luzia.

Para quem não conhece a história / lenda de Santa Luzia, santa protectora dos oftalmologistas, posso dizer-vos que segundo a antiga tradição oral, a proteção pedida a Santa Luzia em qualquer caso de doença ocular, deve-se ao facto da Santa ter preferido que lhe arrancassem os olhos a renegar a fé em Cristo numa altura em que os cristãos eram perseguidos pelos romanos.

Conta-se que, na altura, um soldado a mando do imperador romano, arrancou-lhe os olhos e entregou-os num prato, mas milagrosamente ao entregar o prato a Luzia, voltaram a nascer no rosto da santa, dois lindos olhos, perfeitos e mais lindos do que os anteriores.

Santa Luzia
créditos: The Travellight World| H. Borges

Como já não ia a Viana há alguns anos, não conhecia o trabalho de reabilitação da zona ribeirinha e fiquei encantada.

A zona está moderna e muito agradável para um passeio a pé ou de bicicleta.

Agora que as festas de Nossa Senhora d'Agonia estão à porta que tal aproveitarem e visitarem esta bonita cidade portuguesa?

DICA : Consultem o programa das festas de 2018 aqui

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Viagens. Semanalmente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.