É no concelho de Castro Daire, mais concretamente na aldeia de Cela, apenas a 33km de Viseu, que surgiu uma zona de lazer inesperada que rapidamente se tornou uma das mais procuradas da região. Inicialmente descoberta pelo "Baloiço da Pedreira" esta zona de lazer vai muito além daquilo que esperávamos encontrar. Com tantos curiosos a visitar este baloiço, nós não poderíamos deixar de passar por cá e partilhar convosco o que descobrimos nesta visita.

Baloiço da Pedreira
Baloiço da Pedreira créditos: Pedro Sá Fotografia

Para começar devem saber o que realmente modelou a paisagem nesta zona. O lugar onde agora se encontra este baloiço é nada mais que uma pedreira desativada. Quem diria que numa pedreira poderia nascer um lugar assim?

Ao centro fica uma lagoa maravilhosa que em certos dias está totalmente azul, noutros verde, dependendo da posição do sol e da luz disponível em cada dia.

Baloiço da Pedreira
Baloiço da Pedreira créditos: Pedro Sá Fotografia

À volta desta lagoa podemos encontrar de tudo um pouco. Se o objetivo é passar a tarde em família, estão disponíveis mesas de piquenique e bastantes áreas à sombra. Se pretendem apenas relaxar, ler um livro, ou até mesmo praticar desporto existe bastante espaço onde o podem fazer.

Toda esta zona é bastante conhecida pelo aproveitamento de diversos objetos e estruturas que agora servem de cenário para as melhores fotografias e acreditem que originalidade é coisa que não falta por aqui. O espaço é bastante calmo e silencioso, mas mesmo que não encontrem mais ninguém acreditem que não estão sozinhos, por vezes o som das rãs nos vários lagos e lagoas próximas, ecoam pela floresta, nessa altura vão imaginar que tudo isto não passa de um cenário de um filme.

Conseguem imaginar um lugar onde tudo, mesmo tudo, pode servir de adereço para tornar mais especial um recanto? Pois é, portas, janelas, cadeiras, uma banheira, uma bicicleta e até a frente de um camião, são apenas algumas das coisas que vão poder encontrar por aqui.

Aproveitem para fazer as vossas melhores fotografias e depois desliguem-se das redes sociais ou até mesmo do telemóvel tal como nos é pedido em algumas placas com mensagens de paz e serenidade, e deslumbrem-se com a natureza.

Baloiço da Pedreira
Baloiço da Pedreira créditos: Pedro Sá Fotografia

Como chegar

Para aqui chegarem é bastante simples e podem até estacionar o carro mesmo nesta área, apesar de que nós preferimos fazer um pequeno percurso a pé visto que o piso não estava nas melhores condições nos primeiros metros. Depois de saírem da A24, e já na N2, vão encontrar sinalética para este baloiço. Devem seguir a Rua 16 de Março até um caminho estreito entre os pinheiros, a Rua da Quinta da Cheira. Nós preferimos estacionar na entrada deste caminho (a partir daqui são apenas 400m).

Sigam as nossas aventuras mais recentes no Instagram e no Facebook

Artigo originalmente publicado no blogue Indo eu Indo eu.

O mundo inteiro no seu email!

Subscreva a newsletter do SAPO Viagens.

Viaje sem sair do lugar.

Ative as notificações do SAPO Viagens.

Todas as viagens, sem falhar uma estação.

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOviagens nas suas publicações.