O município de Sabrosa criou quatro novos trilhos para mergulhar nas paisagens cristalizadas pela poesia de Miguel Torga, natural deste concelho. O “Reino Maravilhoso” que o poeta tão bem descreveu, e que transmontanos citam orgulhosa e repetidamente, pode agora ser mais facilmente percorrido.

As quatro novas Pequenas Rotas (percursos até 30km de extensão) foram implementadas pela empresa PortugalNTN e estão homologadas pela Federação de Campismo e Montanhismo de Portugal.

São trilhos que nos convidam a caminhar pela zona vinhateira (Trilho Vinhateiro de Provesende), a conhecer a riqueza geológica do concelho (Trilho do Volfrâmio), os sítios de elevado interesse histórico e arqueológico (Trilho do Castro de Sabrosa) e, claro, os caminhos da literatura que Torga tão bem escreveu (Trilho nos Passos de Torga). A beleza de cada lugar é companhia constante nestes percursos, que vale a pena conhecer em mais detalhe.

Trilho Vinhateiro de Provesende (PR4)

Trilho Vinhateiro de Provesende
Trilho PR4 Vinhateiro de Provesende créditos: PortugalNTN

Tem início numa das seis Aldeias Vinhateiras da região do Douro, que nos leva ao Miradouro Torguiano de São Cristóvão do Douro até à foz do rio Pinhão, por caminhos entre vinhas, que estruturam em socalcos uma paisagem vinhateira classificada como Património da Humanidade da UNESCO, na categoria de Paisagem Cultural Evolutiva e Viva, e lhe confere uma diversidade de tonalidades cromáticas que variam consoante a estação do ano e o período do dia.

Trilho do Volfrâmio (PR3)

Trilhos de Sabrosa
Trilho do Volfrâmio créditos: PortugalNTN

Este percurso circular centra-se no Couto Mineiro do Vale das Gatas – um complexo da indústria mineira, agora desativado, conduzindo-nos a várias entradas de minas de volfrâmio, passando pelas ruínas da casa dos compressores do complexo mineiro, pela Capela do Senhor Jesus, pela Capela da Senhora da Fraga, pelo Miradouro da Fonte dos Mouros e, por fim, por uma mina única no seu género, de entre as muitas minas e escombreiras existentes na região.
Para além da história mineira da região, o «Trilho do Volfrâmio» permite desfrutar de uma paisagem vinhateira que se insere na Região Demarcada do Douro e sentir o ar puro das serras viradas para o vale do rio Douro.

Trilho do Castro de Sabrosa (PR2)

Tem como principal ponto de interesse um povoado castrejo, também conhecido por Castelo da Sancha, ocupado entre a Idade do Ferro e a Época Medieval. Para além do seu valor histórico, é generalizada a crença de que o local está na génese da formação da própria vila de Sabrosa, sentindo o povo que as ruínas deste Castelo contam as histórias antigas dos seus antepassados. Ao longo do percurso podem-se ver retratados, na aridez dos montes e dureza das fragas, as gentes e lugares dos contos de Miguel Torga.

Trilho nos Passos de Torga (PR5)

Um percurso pedestre que enquadra o visitante no «espaço literário» de Miguel Torga e o leva às raízes deste território. Atravessa São Martinho de Anta, continua em direção à Sepultura da Arcã, que testemunha uma ocupação medieval, e passa junto à Mamoa de Madorras, que se destaca pela sua monumentalidade e como marca histórica do período megalítico em Sabrosa, apresentando vestígios de pinturas e gravuras em alguns dos seus esteios. Segue em direção à aldeia de Garganta, passando pela Necrópole das Touças, um monumento formado por um conjunto de cinco sepulturas cuja construção se enquadra na Alta Idade Média.

A implementação dos percursos procurou promover a interação direta com a comunidade, pelo que os trilhos, sempre que possível, cruzam vila e aldeias. Como o poeta tão bem escreveu, a hospitalidade é uma das principais características do povo transmontano:
“A terra é a própria generosidade ao natural. Como num paraíso, basta estender a mão.
Bata-se a uma porta, rica ou pobre, e sempre a mesma voz confiada nos responde:
– Entre quem é! Sem ninguém perguntar mais nada, sem ninguém vir à janela espreitar, escancara-se a intimidade duma família inteira. O que é preciso agora é merecer a magnificência da dádiva.” — Miguel Torga.

O mundo inteiro no seu email!

Subscreva a newsletter do SAPO Viagens.

Viaje sem sair do lugar.

Ative as notificações do SAPO Viagens.

Todas as viagens, sem falhar uma estação.

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOviagens nas suas publicações.