A eDreams quis saber os momentos mais bizarros que os portugueses já testemunharam num voo, e concluiu que o mais comum é assistirem a discussões (21%), seguindo-se pessoas a cantar alto (20%) e a dormir em locais estranhos, como no corredor, de pé ou na casa de banho (14%). No entanto, vários inquiridos também viram pessoas a roubar comida do avião (7%) e até homens sem a parte de cima da roupa (5%).

Contudo, os momentos embaraçosos em viagens não acontecem só aos outros. Apesar da maior parte (43%) dos portugueses inquiridos neste estudo dizer que nunca foi apanhado a fazer nada de estranho durante um voo, alguns admitiram já terem sido apanhados a ressonar (28%), descalços (27%), a dormir no ombro de um desconhecido (15%) ou a chorar enquanto assistiam um filme (11%).

Os portugueses também confessaram que já tiveram alguns comportamentos menos adequados durante um voo. O mais comum terá sido sentar-se propositadamente noutro lugar porque não gostavam daquele que lhes foi originalmente atribuído (27%), seguindo-se ter ficado muito bêbedo (6%), fumar na casa de banho (5%) e até praticar relações sexuais durante o voo (5%).

Um dos maiores receios dos viajantes é, sem dúvida, perder o voo – um pesadelo que se torna ainda pior se já estiverem no aeroporto. Felizmente, para mais de oito em cada 10 portugueses (83%), tal nunca aconteceu.

Ainda assim, a eDreams decidiu explorar os motivos que levaram os mais azarados a perder um avião apesar de já estarem no exato local onde o deveriam apanhar. Os motivos foram vários, sendo o mais recorrente enganar-se na porta de embarque (36%), estar distraído com o telemóvel/computador (17%), a conversar com alguém que se conhece no momento (10%) ou mesmo a fazer compras na zona Duty Free (10%).

O mundo inteiro no seu email!

Subscreva a newsletter do SAPO Viagens.

Viaje sem sair do lugar.

Ative as notificações do SAPO Viagens.

Todas as viagens, sem falhar uma estação.

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOviagens nas suas publicações.