Assim como a maioria das atrações em todo o país, o Shedd Aquarium e o Museu Field de História Natural de Chicago fecharam as portas para os visitantes de forma a impedir a propagação do novo coronavírus. Sem humanos para atrapalhar, um grupo de pinguins aventurou-se, no início desta semana, nos corredores do aquário para encontrarem outros animais.

Depois de ver os pinguins a passear pelos corredores vazios do aquário fechado, o famoso dinossauro residente do Museu Field de História Natural de Chicago, conhecido como Sue, decidiu divertir-se pelo museu e visitar os pinguins existentes na sua própria casa.

"Depois da Sue ter ouvido falar dos pinguins do Shedd Aquarium, não tivemos escolha", escreveu o museu na descrição do vídeo.

O vídeo mostra alguém vestido de dinossauro a apreciar as exposições no Hall of Birds do museu, ficando particularmente animado ao encontrar uma exposição de pinguins. O T-Rex do tamanho humano não é, claro, o verdadeiro Sue. "Sue" é o apelido dado a FMNH PR 2081, que é o maior, mais extenso e mais bem preservado espécime de Tyrannosaurus Rex já encontrado e que está exposto no museu. Tem o nome da paleontóloga (Sue Hendrickson) que descobriu o esqueleto em 1990.

O museu, assim como o aquário, está fechado até ao final de março,  para tentar impedir a propagação do coronavírus.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Viagens. Semanalmente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.