São mais de 1800 rotas de escalada nas imponentes formações rochosas que se erguem majestosamente sobre o Rio Crooked. São milhares os visitantes anuais, desde principiantes que ali ganham experiência na escalada, aos profissionais que escolhem os mais desafiantes trilhos para superar limites.

Mas se não gosta de escalar, os trilhos são outra atividade que atrai os visitantes de Smith Rock. De entre os mais icónicos, o Misery Ridge Loop merece particular destaque pois não vai decerto ficar indiferente ao subir um cume no meio do parque que oferece vistas deslumbrantes, permite admirar o famoso Monkey Face e espreitar o Rio Crooked. O Summit Trail é outra opção no norte lado do parque.

Pelo caminho poderá apreciar a vida selvagem composta por aves canoras, aves de rapina, aves aquáticas, veados e pequenos mamíferos, que muitas vezes podem ser avistados ao longo dos trilhos. É também o lar de serpentes, pelo que se recomenda algum cuidado ao caminhar pelo ecossistema do deserto.

Ao contrário de muitos outros parques semelhantes, o Smith Rock não possui um acampamento próprio. Em vez disso, tem uma área onde os alpinistas se reúnem para montar o acampamento, para pernoitar antes de iniciar a escalada pela manhã.

Para a maior parte dos que por lá passam é um lugar que permite a união com a Terra, onde é possível desafiar o corpo e mente, conectando-se a algo mais profundo.

O parque oferece liberdade e é isso que o torna tão apreciado pelos alpinistas. Mas deve ir acompanhado de um guia ou com um grupo, especialmente se não tem equipamento ou experiência adequados.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Viagens. Semanalmente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.