A esta actividade pode chamar-se "sandboarding", "volcano boarding" ou simplesmente surf sobre areia vulcânica. Nos últimos anos, o Cerro Negro deixou de ser apenas um vulcão. Tornou-se um destino turístico promovido internacionalmente, por ser um vulcão activo onde os visitantes podem deslizar numa prancha sobre as suas íngremes encostas.

O Cerro Negro é um dos vulcões mais jovens da América Central. A primeira erupção foi em 1850 e uma das últimas em agosto de 1999. Fica situado a 730 metros de altura, a Oeste da Nicarágua. O percurso desta aventura começa na cidade de León, onde se encontram a maioria das agências que prestam auxílio aos viajantes. Num veículo 4x4, os turistas são levados até ao local. Depois, um guia entrega o material necessário: prancha, luvas, roupa especial e óculos para proteger os olhos da areia.

 O calor, o sol e o nível de inclinação fazem com que chegar ao topo seja muito complicado. Do cume, respira-se o aroma de enxofre, mas a vista é imponente. Por fim, o turista decide se prefere descer sentado ou de pé na prancha. A descida pode levar entre 20 segundos a oito minutos, dependendo da velocidade e da habilidade do praticante, que pode alcançar os 80 quilómetros por hora.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Viagens. Semanalmente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.