O fotógrafo Christoffer Relander é capaz de 'parar o tempo' com os seus fascinantes frascos e fá-lo mediante uma técnica fotográfica de dupla exposição.

Este método tem origem na fotografia analógica e consiste em realizar duas exposições sobre a mesma película. Equipado com uma Nikon D800E, o artista sobrepõe as imagens sem nunca recorrer à manipulação digital do photoshop. Tudo é composto pela própria máquina fotográfica.

Nos últimos três anos, Christopher viajou pelo sul da Finlândia em busca das paisagens mais inspiradoras, lugar onde cresceu e foi feliz durante a sua infância.

“Bosque profundo”, “Primeira neve”, “Perto de casa”, “Antigo curral do avô” e “Fim do caminho” são alguns dos nomes destas maravilhosas obras de arte.

Estas jarras fazem parte de uma série intitulada “Jared & Displaced”, cuja primeira ‘temporada’ foi lançada no ano passado.

Nessa primeira fase, todas as fotografias eram reveladas a preto e branco, ao contrário desta nova série, onde as cores invadem os espetaculares ambientes, tornando-as mais realistas.

Podem seguir as obras de Christoffer Relander através do site, facebook ou instagram.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Viagens. Semanalmente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.