Cyprien Verseux e Carmen Possnig vivem atualmente em Concordia, uma base permanentemente habitadas na Antártida, administrada pela França e Itália. Para provar que as temperaturas negativas tornam difícil um passeio fora da base, estes dois cientistas publicaram fotografias de alimentos expostos ao ambiente exterior, que pode chegar aos 80 graus negativos. A comida congelada cria uma ilusão igual à provocada pela gravidade zero. No mínimo, parece que recorreram a programas de edição para conseguir fazer 'desaparecer' os membros das pessoas nas fotografias.

"Na Antártida o ambiente é hostil e a nossa sobrevivência depende da tecnologia. Decidimos tirar algumas fotos para mostrar o frio [que se vive naquele continente] antes de o verão chegar", disse Verseux, em declarações à agência AP (Press Association), ele que também é autor do blog Mars la Blanche, onde mostra como é viver na Antártida. Veja na fotogaleria abaixo algumas das imagens:

Segundo ainda as declarações de Verseux, vivem atualmente 13 pessoas nesta base da Antártida, num grupo que inclui técnicos responsáveis pela manutenção da base, investigadores, um médico e ainda um cozinheiro.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Viagens. Semanalmente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.